Início Comportamento Saiba como ensinar o seu filho a ter responsabilidade

Saiba como ensinar o seu filho a ter responsabilidade

232
0

Saiba como ensinar o valor da responsabilidade para o seu filho

Ensinar as crianças que os privilégios são obtidos através do mérito é essencial, para que elas possam entender que elas precisam cumprir suas responsabilidades, já que cada um tem de seu papel na família.

Há dois aspectos que devem estar sempre presentes durante toda a nossa vida: responsabilidades e privilégios. Por este motivo, é fundamental que as crianças saibam cumprir seus deveres para conquistar seus próprios triunfos.

Dicas sobre vincular responsabilidades e privilégios

Inicie este vinculo desde cedo

Você não deve esperar que um adolescente aproprie-se de grandes responsabilidades se você não o ensinou desde cedo a assumir funções adequadas conforme a sua idade. O significado de responsabilidade precisa começar a ser ensinado quando as crianças estão aprendendo a andar.

Permita que a criança ajude e conquiste seus próprios privilégios

A maioria dos pais não permite que seus filhos participem das atividades que realizam, porém, se você sonha em ter um filho responsável, um bom começo é deixar que eles participem das atividades diárias, como a limpeza, organização e alimentação. Proporcione a criança pequenas tarefas que sejam fáceis e agradáveis ​​de serem realizadas.

Demonstre a eles como ser responsável

Apresente a eles os meios para que possam cumprir suas tarefas com conforto. Se desejar que eles recolham as roupas, deixe uma cesta para ajuda-los. Acompanhe pacientemente e continuamente a cada uma das atividades que atribui aos seus filhos e eles o farão por si próprios.

Seja um bom exemplo

Seu comportamento é o maior exemplo para que eles realizem as atividades que você deseja. Faça com que eles entendam que, como família, eles são uma equipe e que cada membro possui papéis importantes a realizar.

Apresente uma atitude positiva

Quando são pequenos, as crianças sempre desejam ajudá-lo no que quer que seja, então é importante que você use esse comportamento positivo para inseri-los nas atividades. Procure sempre dar a eles incentivos verbais quando eles fizerem o que você pediu que fizessem. Isso fortalece a comunicação e transforma essa ação positiva em um hábito duradouro.

Tenha controle sobre as suas expectativas

Cada tarefa precisa ser destinada conforme a idade e a competência da criança. Este processo acontece aos poucos e você não conseguirá os resultados da noite para o dia. Sendo assim, o melhor é reconhecer cada progresso dos seus filhos e, com o tempo, ir aumentando o grau de comprometimento em cada atividade.

Saiba recompensar de maneira adequada

Ao menos no início do processo de dar a eles responsabilidades, não é recomendado que você os presenteie com prêmios por cada boa ação. Recompensas frequentes podem fazer com que seus filhos ajam apenas com interesse no prêmio e essa não é a ideia. Incentive-os de maneira afetiva e, quando houver uma rotina de responsabilidade mais concreta, você poderá eventualmente dar uma recompensa tangível.

Tenha rotinas bem estabelecidas

A organização das rotinas é uma das chaves importantes para formar filhos responsáveis. Se todos souberem o que fazer e quando fazer, os resultados serão mais eficientes e mais claros.

Ensine que toda ação tem uma reação

Cada ação gera uma reação. Se uma ação for ruim, as consequências serão ruins. Se a ação for boa, as consequências serão boas. Se uma das responsabilidades atribuídas for violada, tire (temporariamente) alguns privilégios concedidos a ele.

Incentive a independência

 A única forma de melhorar em algum aspecto é através do esforço e da prática. Se você o permitir fazer atividades que estão de acordo com suas condições, aos poucos ele aprenderá a confiar em si mesmo e a ser mais independente.

Permita que ele tome decisões

Ao permitir que seus filhos tomem decisões, você os ensina a avaliar as consequências das escolhas e a analisar o que é mais conveniente para eles. Para as crianças pequenas, dê-lhes opções adequadas e permita que escolham entre as possibilidades que você apresenta.

Fonte: eresmama