Início Comportamento Saiba como algumas marcas da infância influenciam no desenvolvimento da criança

Saiba como algumas marcas da infância influenciam no desenvolvimento da criança

4383
0

Marcas negativas podem arruinar o desenvolvimento de uma pessoa como indivíduo

A infância é aquele momento que colecionamos lembranças e aprendizados que levaremos para sempre, durante toda a vida. Com 4 anos de idade já começamos a formar o nosso real “ser” nos identificando como indivíduos em uma sociedade.

As marcas que conquistamos na nossa infância são inesquecíveis e irão ser definitivas na nossa forma de ser com os outros e com nós mesmos. Porém, algumas marcas são mais impactantes na nossa mente. Vamos falar de algumas a seguir:

FALTA DE CONFIANÇA

Uma marca que pode ser deixada na criança na infância é a falta de confiança em si mesma e em outras pessoas. Estas marcas podem ser oriundas de momentos que a criança se sentiu enganada por pessoas importantes para ela, como os pais, avós, irmãos, tios…

A criança se sente enganada quando lhe é prometido algo e posteriormente isso não é cumprido. Mesmo quando parecem promessas bobas, como ganhar um brinquedo e depois não ganhar, como lhe foi prometido, ela entenderá que não pode confiar naquilo que dizem a ela. Qualquer promessa quebrada poderá ser motivo para futuras desconfianças.

Para os adultos, coisas relativamente tão pequenas como estas, podem parecer inofensivo. Porém a verdade é que estas situações são definitivas no desenvolvimento da criança. São pelos exemplos dados pelas pessoas próximas a ela e com base nas suas experiências, que ela vai aprender o que deve esperar das pessoas ao seu redor.

Se a criança entende que os pais mentem para ela, entenderá por consequência que palavras não tem valor. Assim ela tenderá a replicar estes atos, o que pode se tornar um grave problema.

SENTIMENTO DE REJEIÇÃO OU DE POSSÍVEL REJEIÇÃO

Outra marca que pode ser deixada em uma criança é o abandono. Ser deixada sozinha como castigo ou ser ignorada serão identificados como situações negativas. Sendo assim, a criança irá se desenvolver de duas formas: sendo totalmente dependente de companhia ou evitando qualquer interação com outros como forma de defender o sei emocional a futuros abandonos.

Os que se desenvolvem de forma dependente não acreditam no seu potencial, não são confiantes e são capazes de tolerar todo tipo de relação com medo de ficarem sozinhos.

Já aqueles que se tornam completamente independentes são inflexíveis e não conseguem criar uma relação, um vínculo com outras pessoas. Para estas pessoas o amor é perigoso, tanto que quando iniciam algum tipo de sentimento afetivo, sentem que perderam o controle o que acabar desenvolvendo quadros de ansiedade.

SENTIMENTO DE REPREENSÃO

A criança que sofreu constantemente questionamentos, censuras e humilhação na infância pode crescer se sentindo recriminada, julgada e tem medo de tomar decisões, se expressar e encontrar soluções para seus problemas. Ela terá dificuldade de aceitar suas qualidades e de aceitar elogios.

Geralmente crianças inseguras se tornam pessoas isoladas e não gostam de estarem em lugares movimentados. Além disso, se tornam totalmente dependentes da aprovação de outros e não conseguem diferenciar uma crítica positiva da negativa.

Crianças que sofreram situações de humilhação podem se tornar violentas e rebeldes, além de ter a necessidade de humilhar os outros.

As marcas deixadas na infância são quase impossíveis de serem deixadas de lado. Porém isso não significa que não podem ser trabalhadas. A melhor forma de conseguir vencer estas barreiras é primeiramente entender a você mesmo, aceitando suas dificuldades e entendendo sua origem. Depois é necessário trabalhar cada ponto de dificuldade. Muitas vezes a ajuda de um profissional da área é bem-vindo.