Início Bem estar Perder um bichinho de estimação dói tanto quanto perder um ente querido

Perder um bichinho de estimação dói tanto quanto perder um ente querido

1133
0

A perda de um animal de estimação pode trazer muita dor

Se despedir de um animal de estimação pode ocasionar uma dor imensa e poucas pessoas conseguem entender esta dor. É “normal” ouvir comentários como: “Mas era só um animal”. A realidade é que quem tem um pet em casa ou já teve e teve que lidar com uma perda, entende que essa dor da despedida pode ser a mais angustiante que você vai presenciar na vida.

Saber de todo um amor que você sentiu pelo animalzinho e entender que agora há toda uma nova rotina para enfrentar sem ele ao lado pode ser muito dolorido, tanto quanto a perda de um familiar ou ente querido. Em alguns casos, a dor pode até ser maior!

Morte de pet dói como se fosse um familiar

O amor que você nutriu pelo seu animalzinho pode ser semelhante ao amor de mãe e filho, conforme estudo publicado na revista Plos One. Os pesquisadores responsáveis pelo estudo, que são da Universidade de Medicina Veterinária de Viena (Vetmeduni Vienna), analisaram o vínculo entre cães e seus donos e perceberam semelhanças surpreendentes com a relação materna e paterna.

Para chegar a conclusão do estudo, os cientistas fizeram uma série de testes com cãezinhos em dois momentos distintos: com os donos presentes, e após com eles ausentes.

Os cientistas realizaram algumas dinâmicas dando recompensa alimentar, os bichinhos ficavam com muito mais interesse em realizar a tarefa e pegar o biscoito quando os donos estavam ao lado deles. E isso, conforme os especialistas, demonstra que o dono passa mais confiança para o animal – exatamente como acontece com um filho.

Além do mais, os cientistas declararam que cães adultos possuem um comportamento como o das crianças humanas. Isso ressalta a importância de darmos atenção e amor ao nosso cãozinho como se ele precisasse dos cuidados que uma criança necessita – claro, com proporções bem diferentes, mas é possível que com o mesmo nível de apego.

Sendo assim, quando o nosso mascote nos abandona, o vazio que sentimos no peito é enorme. Isso ocorre, pois o bichinho, seja gato ou cachorro, verdadeiramente se torna um companheiro no dia a dia. E quando ele não está mais lá, é natural que a ausência machuque.

Quem não experimentou uma relação tão próxima com um pet dificilmente irá entender e respeitar a dor de quem perdeu seu animalzinho. Por este motivo, essa perda é angustiante, já que você não se sente acolhido e nem mesmo compreendido.

Sendo assim, quando passar por estes momentos, procure conversar com pessoas que já passaram pela mesma situação que você. Isso, certamente, será reconfortante e ajudará a amenizar a sua dor.

Apesar de no primeiro momento parecer impossível diminuir a dor da ausência, aos poucos ela vai sendo substituída por boas recordações. Ainda que você pense que não há consolo para o este sentimento angustiante, é essencial fazer todo o possível para conservar na memória tudo de bom que seu pet te deixou.

Os animais chegam nas nossas vidas para nos transformar em pessoas melhores, para trazer alegria aos nossos dias. Podemos ter tido um péssimo dia, mas quando chegamos em casa, sabemos que alguém estará feliz em nos ver e mudará nosso humor de forma imediata. Por isso é tão doloroso perder estes seres especiais, porque ninguém jamais poderá substituir o que nos faziam sentir.

Fonte: vix