Início Comportamento Pais idosos: Dicas para ter mais paciência com eles

Pais idosos: Dicas para ter mais paciência com eles

1486
0

Conviver com  idosos nem sempre é tarefa fácil, nós sabemos. Uma das características fundamentais (se não a mais fundamental!) para que se conviva bem com os idosos é a famosa paciência. Ter paciência com nossos familiares pode nos ajudar nos momentos mais difíceis.

Como desenvolver paciência com pais idosos

Pratique a resiliência

Muitos dos idosos se tornam reclamões, pirracentos, e não querem seguir as instruções dos familiares ou do profissional cuidador contratado pela família. Nesses momentos é que se torna fundamental contornar as brigas e os desentendimentos. Pois é nessas horas que tudo pode piorar, caso as discussões não sejam moderadas e não se tenha a resiliência de superá-las.

Você precisa procurar praticar virtudes como a tolerância, a paciência e a resiliência. Através delas que você conseguirá enfrentar melhor e de forma justa essas circunstancias com os idosos.

Zele pela qualidade de vida do idoso

Prioziar o bem estar do idoso, a qualidade de vida dele, é o que tem sido crucial para o aumento da longevidade.

Como pode ser feito isso? Das seguintes formas:

  • Orientar sobre que roupas usar;
  • Ajudar na higiene pessoal;
  • Cuidar da alimentação (não só pensando na forma saudável, mas também enxergando como um conforto, dando à eles aquilo que eles verdadeiramente gostam de comer, mesmo que de vez em quando);
  • Incentivar atividades físicas, ainda que sejam só caminhadas ao redor da quadra onde moram;
  • Dedicar tempo para conversar despretensiosamente;

Reflita sobre suas atitudes

Isso aqui é fundamental. O exemplo dado aos seus filhos influencia bastante a forma como eles cuidarão de você no futuro. Fazer uma reflexão sobre a importância de desenvolver a paciência com pais idosos permite ter uma ideia do tipo de velhice que  espera por você.

Compreenda as limitações típicas da idade

Muitas pessoas atingem a terceira idade em boas condições de saúde mental e física. Mas infelizmente, ainda assim, há certas limitações para cada fase da visa, e quanto mais velhos ficamos mais limitações são estabelecidas pela vida.

Lembre-se que os idosos já foram jovens um dia, e nunca escolheram ser o que são hoje. Problemas para falar, para ouvir, para andar… tudo são problemas gerados pelo tempo, o corpo é assim naturalmente. Assim como quando um bebê nasce e precisa de maiores cuidados, também funciona quando chegamos à terceira idade. Precisamos de maiores cuidados.

Com essas dicas, se você refletir sobre elas, vai perceber que ainda tens como progredir nas relações com seus pais idosos. É uma questão de evoluir seu próprio comportamento, pois o idosos já viveu tudo que podia, já aprendeu o que poderia, e muitos dos seus comportamentos é inerente à sua vontade. Portanto, faça o melhor hoje, tente ser o melhor por eles, mas também por você mesmo.

Texto originalmente publicado em guardioesdevidas e adaptado pela equipe do blog Educadores.