Início Psicologia O mau humor de um pai causa estragos no desenvolvimento emocional e...

O mau humor de um pai causa estragos no desenvolvimento emocional e cognitivo das crianças

550
0

Você deve imaginar que o amor e a rejeição de ambos os pais podem afetar profundamente o equilíbrio emocional a auto-estima e a saúde mental de seus filhos.

Estudos ainda descobriram que a ausência do pai causa problemas de adaptação nos filhos, além de comportamentos destrutivos a medida que crescem.

O estado mental do pai afeta diretamente os filhos

Pesquisadores da Michigan State University conduziram um estudo que analisou a importância dos pais na vida de seus filhos . Durante a pesquisa, eles coletaram dados de 730 famílias em todo o país.

Os profissionais concentraram-se em analisar os efeitos do estresse dos pais e de problemas mentais como depressão e ansiedade em crianças. Descobriram, com isso,  que esses problemas influenciam na relação dos pais com os filhos e, portanto, também no seu desenvolvimento.

O mais interessante é que descobriram que o estado mental do pai tem implicações de longo prazo para seus filhos, principalmente no que diz respeito as habilidades sociais – extremamente importantes no desenvolvimento de qualquer ser humano.

Por exemplo, verificou-se que quando o pai sofreu de depressão durante os primeiros anos de vida de seus filhos, isso influenciou o desenvolvimento social dos filhos em comparação com a depressão ou ansiedade da mãe. Outra escoberta foi de que  alto nível de estresse parental quando as crianças têm entre 2 e 3 anos de idade é particularmente prejudicial ao desenvolvimento cognitivo e da linguagem.

Os resultados obtidos foram independentes da influência positiva das mães. Ou seja: não importava o quanto a figura materna era positiva, o efeito negativo do estresse dos pais era predominante. Também foi maior o efeito nos meninos que nas meninas, e isso se explica por que os garotos se identificam mais com a figura paterna.

Esses resultados evidenciam o fato de que os pais são tão importantes para o bem-estar psicológico dos filhos quanto as mães, tendo grande responsabilidade pelo desenvolvimento emocional e cognitivo dos filhos.

Texto originalmente publicado em lavidalucida e adaptado pela equipe do blog Educadores.