Início Bem estar Crianças boas e inocentes: eduque-as para que jamais se aproveitem delas

Crianças boas e inocentes: eduque-as para que jamais se aproveitem delas

154
0

Crianças tão boas e inocentes acabam muitas vezes sendo alvo de outras crianças que não têm essa inocência toda. Brincadeiras maldosas, bullying, entre outras situações podem ocorrer nessas situações. Por isso é importante educar seus filhos para serem bondosos, mas também para conseguirem identificar quando estão abusando da bondade deles.

A bondade das crianças

Essas crianças bondosas demais geralmente fazem tudo para agradar aos outros, sem se importar com elas mesmas. São tão inocentes que não percebem quando fazem coisas que não querem fazer somente para obter a aprovação dos demais. Esse tipo de situação pode se voltar contra eles, por isso é importante ter cuidado.

Como deve ser feito para evitar problemas nesses casos então?

– Não o proteja muito: ofereça ferramentas

Ou seja, não evite que ele se depare com os problemas. Apenas ensine-o a lidar com eles da forma correta. Por ex.: não adianta deixar a criança em casa cem por cento do tempo, certo? Ela precisa interagir com as demais. Então ensine-a a fazer isso de forma correta, ensine como ela deve reagir, como ela deve tratar os outros e se priorizar. Isso é importante pois ela vai precisar viver sem você, precisará aprender a “se virar sozinha”.

– Converse com seus filhos

Bons laços de confiança se estabelecem quando há diálogo. É importante que você questione como foi na escola e que leve muito a sério o que seu filho diz. Às vezes, para nós adultos é banal os problemas que as crianças nos apresentam. Mas esses problemas são reais para elas, e devemos ensiná-las a lidar com eles desde cedo, através do diálogo. Portanto, invista na conversa com  seus filhos.

– Defina regras e limites:

É claro que você quer proteger seu filho, mas não o torne um superprotegido. Para que ele tenha inteligecia emocional (ou seja, seja calmo e consiga pensar antes de reagir) ele precisa ser estimulado dentro de casa. Precisa que tenha regras e limites no dia a dia.

– Ensine-o a dizer não e o respeite nas suas decisões:

Crianças precisam de ajuda e amparo sempre, mas a gente também precisa aprender a respeitar as suas escolhas, seus gostos e decisões. Ensina seu filho a dizer não. E respeito quando assim ele o fizer! Não quer vestir uma roupa que você deseja? Procure outra alternativa, mas não o force. Respeite o espaço dele, e ensine ele a exigir isso das pessoas.

Com alguns cuidados é possível manter as crianças longe de perigos absurdos. É claro que eles vão cair e levantar algumas vezes ao longo da jornada, mas isso faz parte. O seu dever é ensiná-lo a ser um cidadão íntegro e respeitoso, com os demais e com ele mesmo.

Texto originalmente publicado em elclubdeloslibrosperdidos.org e adaptado pela equipe do blog Educadores.