Início Bem estar Conheça ótimas razões para você passar um bom tempo sozinho

Conheça ótimas razões para você passar um bom tempo sozinho

239
0

Como regra geral, parece que temos um conceito negativo sobre passar um tempo sozinho. Parece que o fato de querermos estar apenas na nossa companhia nos torna egoístas e individualistas, sendo até mesmo rotulados como “anti-sociais”. Mas será mesmo que ficar um tempo sozinho é tudo isso?

A questão aqui é que existem dois tipos de solidão: a física e a emocional. A solidão física é a que faz bem pra você, enquanto a emocional é aquele que te faz se sentir abandonado e sozinho no sentido de não poder contar com ninguém. São duas coisas completamente diferentes.

Por isso hoje vamos mostrar os benefícios de você ficar um tempo sozinho. E a partir deles você entenderá que solidão pode ser muito benéfica!

Benefícios de passar um tempo sozinho

Você pode criar mais facilmente

Com apenas um pouco de tempo, você pode concentrar energia em seus projetos. Quando você está sozinho, você tem a oportunidade de imaginar com total liberdade. Ao observar a vida de grandes inventores, escultores, poetas ou empresários, podemos perceber que a solidão teve forte influência em suas realizações pessoais, já percebeu?

Todas as ideias devem ser postas em prática e nem sempre houve um verdadeiro trabalho em equipe. É por isso que o tempo sozinho nos torna mais produtivos, sem outras distrações, você pode prestar atenção no que precisa. 

Passar um tempo sozinho pode ser a solução mais eficaz para saber o que você realmente deseja atrair para sua vida. Se você sente que as pessoas ao seu redor não estão realmente contribuindo com algo para sua vida, e que podem estar fazendo exatamente o contrário, então é hora de afastar.

Passar um tempo apenas para ouvir a si mesmo

Quando se está sozinho consigo mesmo, você pode ouvir melhor seus pensamentos e setimentos. Assim você pode aprender com você mesmo!

Isso não significa distanciar-se dos outros permanentemente ou por longos períodos de tempo. Trata-se simplesmente de saber preencher nossa solidão com momentos enriquecedores para o nosso bem-estar mental e emocional.

Esqueça a ideia de que você tem que compartilhar cada momento de sua vida para ser feliz. Você pode – e deve! – apreciar sua própria companhia.

Texto originalmente publicado em menteasombrosa e adaptado pela equipe do blog Educadores.