Início Ciência Cientistas do Canadá descobrem propriedades antibióticas ainda não exploradas na maconha

Cientistas do Canadá descobrem propriedades antibióticas ainda não exploradas na maconha

270
0

Maconha é conhecida como uma droga que está na vida de muita gente hoje em dia, não somente de jovens como também de muitos adultos. O que pouca gente sabe é que a planta de sua origem traz alguns benefícios pra saúde.

Cientistas canadenses da Universidade McMaster em Hamilton identificaram um composto antibacteriano na planta, que pode ser usado no desenvolvimento de novos medicamentos. O composto chamado canabigerol (CBG) é eficaz contra diversas bactérias.  “Neste estudo, investigamos 18 canabinoides disponíveis no mercado e todos mostraram atividade antibiótica, alguns muito mais que outros”, disse Eric Brown, professor de bioquímica e ciências biomédicas da McMaster.

“Focamos num canabinoide não psicoativo chamado CBG, pois ele tinha a atividade mais promissora. Sintetizamos esse canabinoide em grande quantidade, o que nos deu composto suficiente para aprofundar a pesquisa.

Os estudos indicaram  que o CBG tinha atividade antibacteriana contra os microrganismos MRSA resistente a medicamentos. O composto impediu que bactérias se aglomerassem na superfície formando os chamados “Biofilmes”, além de destruir células pré formadas resistentes a antibióticos.

Segundo Brown, os próximos passos são melhorar o composto, pois no momento eles tem atuação restrita a bactérias. Seu laboratório estuda o potencial antibiótico da cannabis nos últimos dois anos desde a legalização da maconha no Canadá.

“Houve certa resistência de investir nesse tipo de pesquisa, mas há cada vez mais evidências do uso medicinal da cannabis. Essa resistência parece estar diminuindo.”

Texto originalmente publicado em revistaplaneta e adaptado pela equipe do blog educadores.