Início Bem estar Caminhar na Natureza é o que muitos médicos prescrevem para termos mais...

Caminhar na Natureza é o que muitos médicos prescrevem para termos mais saúde

196
0

Você sabia que passar um tempo em contato com a Natureza tem um valor inestimável para o nosso bem-estar físico e mental?

Além dos benefícios físicos, caminhar em locais circundados pela Natureza, altera o funcionamento do cérebro, acalma a mente melhorando a saúde mental, afirmam especialistas e pesquisadores ligados à psicologia comportamental, em estudos sobre as causas de problemas psicológicos que afetam as pessoas que vivem em grandes centros urbanos.

O confinamento em espaços internos, o pouco contato com áreas externas que contenham espaços em meio à Natureza, faz com que as pessoas tenham mais propensão à problemas psicológicos que levam ao desenvolvimento de inúmeras doenças, que afetam principalmente, os moradores de grandes centros urbanos, através do estresse, ansiedade, depressão e outras doenças mentais.

Caminhar na Natureza, andar nas matas e bosques, observar a vida, os pássaros, ouvir os sons, sentir os aromas, contemplar o cenário circundante, olhar o céu através do rendado das copas das árvores, um riacho que flui, a placidez de um lago, respirar, observar, sentir, funciona como um detox em nossas mentes, que varre toda a sobrecarga ocasionada pelo estresse nos afastando de inúmeras doenças.

Essa experiência tão simples não é apenas valorizada pelos apreciadores da Natureza, é muito também por médicos que atestam através de diversos estudos que uma simples caminhada em meio a Natureza traz muitos benefícios para a saúde física e mental.

Estudos já confirmaram que caminhadas diminuem pensamentos obsessivos negativos, que podem produzir ansiedade, depressão e outros problemas como compulsão alimentar dentre outros transtornos que ocasionam várias doenças mentais.

A influência benéfica do contato com a natureza para nosso bem estar físico e principalmente mental, tem sido cada vez mais aprofundado em estudos e pesquisas que buscam soluções terapêuticas que possam ser aplicadas em tratamentos de doenças decorrentes da urbanização excessiva do mundo moderno que estão ligadas a depressão e outras formas de doenças mentais.

Pesquisadores destacam que a tecnologia e os ruídos das áreas urbanas nos grandes centros metropolitanos, constantemente exigem nossa atenção e desviam nosso foco. Assim, aconselham quando estamos nos sentindo sobrecarregados dos fatores estressantes da vida urbana, buscarmos uma reconexão com a Natureza através de caminhadas em ambientes naturais é melhor do que qualquer outro remédio, pois esta prática reduz a fadiga mental, acalma nossa mente e nos ajudam a pensar criativamente. E o melhor, não tem efeito colateral negativo, só prazer e bem estar.

“Caminhar com bom tempo, numa terra bonita, sem pressa, e ter por fim da caminhada um objetivo agradável: eis, de todas as maneiras de viver, aquela que mais me agrada.” (Jean Jacques Rousseau)

A velha expressão “corpo saudável, mente saudável” se encaixa perfeitamente na prática de caminhadas ao ar livre. O exercício ajuda na manutenção das nossas células cerebrais, além de melhorar a memória e a capacidade cognitiva.

Segundo pesquisadores da University of British Columbia, o exercício não apenas melhora a capacidade cognitiva mas também previne o declínio desta capacidade e consequentemente na manutenção de uma “Mente Sã!” E mais, o estudo também confirma a redução do estresse, da ansiedade e depressão contribuindo também para o aumento da auto estima.

“Bora”, dar uma escapada para caminhar na Natureza e usufruir os seus benefícios prazerosos e saudáveis…?!?

FONTE jardimdesign.eco