Início Comportamento A primeira coisa que você vê mostra que tipo de pessoa você...

A primeira coisa que você vê mostra que tipo de pessoa você é

1525
0

Vamos para mais um teste de personalidade pra você! Hoje trouxemos uma imagem que dirá um pouco sobre como você é.

Responda pra gente: O QUE VOCÊ VÊ PRIMEIRO?

Veja as respostas abaixo e confira um pouco mais sobre si mesmo!

O rosto de uma mulher

Se a primeira coisa que você viu foi o rosto de uma mulher,  você se enquadra no grupo daqueles indivíduos que estabelecem objetivos reais na vida. Aqueles que são alcançáveis. Você não é propenso a ilusões e arrependimentos; muitas vezes acontece que você não tem coragem de fazer nenhuma mudança que, de outra forma, seria boa para você.

Mãos

Você viu mãos logo que olhou a imagem? Bem, isso indica que você é alguém criativo, que deposita criatividade em tudo aquilo que produz. Você consegue facilmente escapar de problemas e apreciar o que há de bonito ao seu redor.

Árvores

Você é alguém lógico. Não gosta de promessas vazias, apenas confia em fatos e ações. Para agir, se baseia em critérios específicos e não em intuições.

O problema é que você gosta de construir muros ao seu redor. Às vezes você é retraído e desconfiado. 

Pássaros

Você é obcecado por detalhes. Em geral você é alguém que  gosta de analisar tudo – trabalho, amor, eventos.

Lábios

Viu primeiramente lábios nas fotos? Bem, talvez você seja uma pessoa ambiciosa. Você age de maneira sensata, mas como pessoa é bastante ingênuo. Tudo se deve ao fato de você estar acima das coisas e confiar cegamente nas pessoas. Você tenta ver apenas o bem neles. Quem pensa que você é um homem fraco e estúpido está muito errado. Você é muito gentil. E bondade não é sua fraqueza. Esta é a sua força. 

Os olhos

Você é inteligente, tem capacidade plena de pensar com competência. Você tem qualidades como vaidade e arrogância, mas com moderação. Você tem educação suficiente para não se tornar muito pessoal nas disputas. Desacordo não é uma razão para humilhar uma pessoa. Você é muitas vezes incompreendido, algumas pessoas ao seu redor são chatas para você.

Texto originalmente publicado em obekti e adaptado pela equipe do blog Educadores.