Início Comportamento A importância de se reconciliar com a infância para curar e evoluir

A importância de se reconciliar com a infância para curar e evoluir

169
0

Enquanto você cresce pouco a pouco você vai se desconectando da sua essência porque é isso que a sociedade ocidental te faz pensar que significa crescer , mais isso pode te fazer esquecer quem você realmente é e que você se torna um adulto que se sente vazio.

Vamos descobrir como  permanecer conectado às suas raízes para que você possa crescer mais forte, nutrido e seguro? Na psicologia, ao falar de raízes, um grande número de tópicos são abordados, desde a árvore genealógica até a infância como tal. Nos concentraremos na infância e nas experiências que nos levaram até aqui.

RECONCILIE-SE COM SUA INFÂNCIA

Esse é o primeiro passo. Sua infância pode não ter sido tão boa, que você sente que houve pelo menos alguns eventos que marcaram ou traumatizaram você. O ponto na vida adulta é poder nos reconciliar com essas feridas e entender que você pode ressignificar suas experiências, de uma visão retrospectiva e com uma maior compreensão empática do que aconteceu naquele momento.

APRENDA A PERDOAR

Esse é o segundo passo. E isso  inclui perdoar a si mesmo. Tudo o que aconteceu com você na vida fez parte de um plano maior que busca promover sua evolução.  É hora de começar a confiar em uma sabedoria maior que seus próprios planos.

PROCURE EVOLUIR

Esse é o terceiro passo. E O crescimento pessoal é uma coisa gradual. É importante que você leve em consideração todas as oportunidades de aprendizado que a vida lhe dá.  Da próxima vez que você enfrentar um desafio, tente agir de um lugar diferente dos seus traumas. Com isso você fortalecerá sua identidade e assim será cada vez mais fácil crescer.

Aproveite o momento presente mas nunca se esqueça das suas raízes.

Texto originalmente publicado em bioguia e adaptado pela equipe do blog Educadores.