Início Bem estar 3 hábitos tóxicos que nos impedem de sermos felizes

3 hábitos tóxicos que nos impedem de sermos felizes

342
0

Conheça os 3 hábitos mais comuns que nos tornam infelizes

Nem sempre as nossas infelicidades são causadas por pessoas tóxicas, maus momentos ou adversidades. Muitas vezes, a infelicidade tem sua origem nas nossas ações, através de hábitos tóxicos que repetimos sem nem mesmo pensar, já que acabaram se transformando em rotina. Além do mais, ao invés de analisarmos e transformarmos nossos sentimentos, ações e emoções, optamos por colocar a culpa na sorte quando estamos mergulhados na amargura.

É evidente que somos incapazes de sermos felizes o tempo todo. Porém, é possível mantermos um certo equilíbrio e bem-estar emocional. Isso se torna fácil quando tudo está bem. O grande problema aparece quando surgem os obstáculos ou temos que lidar com um retrocesso, algo que ocorre com bastante frequência. Devido ao nosso próprio atraso, permanecemos com hábitos tóxicos, e por definição, quanto mais os executarmos mais difícil será “escapar” deles. Desta forma, ficamos presos em um círculo vicioso que nos degrada pouco a pouco.

Atitudes tóxicas: ladras de energia

Muitos de nós vamos acabar nos identificando com atitudes tóxicas que mencionaremos ao decorrer da matéria. Isso é realmente curioso, pois significa que a negatividade das nossas ações está mais presente nas nossas vidas do que imaginávamos. Inclusive, um dos hábitos tóxicos mais frequentes é o de desejar aquilo que não possuímos. Subestimamos aquilo que já temos, desejando sempre mais e mais. Por este motivo, é preciso entender que não precisamos de nada mais para sermos felizes e isso nos privará de sentimentos como desgosto e tristeza.

Da mesma maneira, acontece a situação contrária: o estancamento emocional. Uma situação em que não conseguimos progredir, mas também não regredimos. Ficamos totalmente parados na nossa zona de conforto que nos aprisiona e nos impede de crescer e progredir, avançar e de nos sentirmos realizados. Por que não conseguimos sair dela? É por insegurança? O que nos causa tanto medo? Ser honesto consigo mesmo e pensar sobre isso nos possibilitará acabar com uma situação na qual nos sentimos presos em nossa própria prisão.

Outro hábito tóxico que praticamos no piloto automático é o de não aproveitarmos o nosso presente. Vivemos sem nem parar para refletir sobre o que estamos fazendo. É como se andássemos por um bosque, sem conseguir contemplar a paisagem maravilhosa que se mostra ao nosso redor. Ficamos afastados da realidade, não experimentando as coisas boas da vida.

Procurar por aprovação dos outros também é uma atitude muito tóxica. Jamais faremos nada pela nossa própria vontade, e sim porque será melhor visto pelos demais.

Além disso, não podemos esquecer de que muitas vezes deixamos nossa saúde em segundo ou terceiro plano. Quando nos privamos de uma boa alimentação, de descanso e cuidados básicos, estamos abrindo mão do que é necessário para vivermos bem e podemos facilmente acabar com uma autoestima prejudicada.

O pior dos hábitos tóxicos: fazer-se de vítima

Fazer-se de vítima é, para muitos, um recurso fácil para conseguir atenção e outros privilégios. Porém, este hábito faz com que mergulhemos em uma realidade bastante adversa.

Fazer-nos de vítimas faz necessário que mantenhamos presos todas as emoções negativas que teríamos nos livrar. Porém, necessitamos delas para causar pena e não nos sentirmos responsáveis pelo que está acontecendo conosco. Fechar os olhos para as soluções e abraçar a negatividade, resultará apenas em ira e em ressentimento nos nossos corações.

Negar a realidade: uma rua sem saída

Quando não gostamos da realidade em que nos encontramos, simplesmente a ignoramos e a negamos. Porém, essa atitude não fará com que a realidade mude. Muito pelo contrário, ela seguirá existindo e nos machucará de forma forte e violenta em um determinado momento.

O hábito de se fazer de vítima costuma acompanhar o hábito de culpar os demais. Nós jamais assumiremos a responsabilidade do que acontece e, mesmo que isso aconteça, buscaremos fazer com que sejamos vistos como mártires e isso é péssimo já que nunca conseguiremos evoluir e aprender com nossas limitações.

Concluindo, há muitos hábitos tóxicos que permanecemos tendo no nosso dia a dia. Hábitos estes que precisamos nos livrar para nos sentirmos bem. Sem dúvida o último deles – fazer-se de vítima – é o mais difícil de abordar. Não possuir a capacidade de ser autocrítico e de aceitar nossas limitações impedirá que possamos mudar e isso fará com que nos sintamos mal com nossas vidas.

Fonte: amenteemaravilhosa