Início Curiosidades Você vai se surpreender com a história triste de João e Maria

Você vai se surpreender com a história triste de João e Maria

636
0

Entre 1315 e 1317 uma mudança climática agressiva ocorreu na Europa, trazendo incalculáveis perdas para o campo. A fome causada nas pessoas fazia com que os próprios pais devorassem filhos para sobreviver, ou então os abandonavam na floresta para que isso não chegasse a acontecer. 

Pesquisadores acreditam que, muito antes dos Irmãos Grimm, este conto surgiu na França e se chamava As Crianças Perdidas. Ele contava a história de Jacques e Toinon, um casal que não consegue mais sustentar sua família e decide abandonar seus dois filhos, Jean com 12 anos e Jeanette com 8.

Um certo dia, a mãe das crianças os leva para passear no bosque e, ao despistá-los, vai embora aos prantos. Perdidos, as crianças decidem subir em uma árvore alta, de onde avistam ao longe uma casa de telhado branco e outra de telhado vermelho. Decidem, então, ir até a casa de telhado vermelho.

Ao chegar na casa. Uma senhora já de idade os recebe de maneira gentil e educada, exigindo apenas que não fizessem muito barulho para que o marido não descobrisse que havia crianças na casa. O problema é que a mulher era esposa do Demônio! E como as crianças eram cristãs e rezavam todos os dias com os pais, seu cheiro logo o atraiu e fez de Jean um prisioneiro.

Como as crianças estavam muito magras, ele primeiramente começou a engordá-las para poder devorá-las depois. Passado um tempo, o Demônio começou a fazer testes para ver se Jean já estava preparado para ser devorado. A irmã, com sua esperteza, cortou o rabo de um rato e entregou ao seu irmão para que fingisse ser o próprio dedo. Os irmãos conseguiram enganar o tinhoso por duas vezes, mas na terceira foram descobertos e o Demônio preparou uma guilhotina para arrancar a cabeça de Jean. Quando a guilhotina fica finalmente pronta, o Coisa Ruim decide que irá dar um passeio, então os irmãos chamam a senhora que os acolheu e pergunta como aquele instrumento funcionaria.

Quando a mulher vai demonstrar como a guilhotina funciona, coloca a cabeça na posição e Jean a amarra, enquanto Leanette libera a lâmina e corta a cabeça da idosa. Nesse momento se inicia a maior fuga: os irmãos fogem com a carroça do Demônio cheia de ouro e prata, enquanto o próprio corre atrás deles com sangue nos olhos. Então, uma lavadeira diz ter visto os irmãos cruzarem um rio e oferece ajuda ao Demônio para passar ali também. Porém, quando vai ajudar o Demônio, acaba lhe prejudicando e fazendo-o morrer afogado no rio.

Assim, Jean e Jeanette conseguem voltar para a casa e dão a seus pais toda a fortuna que conseguiram resgatar, podendo viver felizes para sempre.

Texto originalmente publicado em tricurioso e adaptado pela equipe do blog educadores.