Início Destaque Transtornos de ansiedade na infância: veja como detectar

Transtornos de ansiedade na infância: veja como detectar

601
0

Sentimentos como medo são comuns na infância, mas de forma excessiva podem gerar transtornos como ansiedade.

Como determinar se uma criança sofre de ansiedade?

É bem provável que seus primeiros dias na escola gerem ansiedade na criança, por medo de se separar de seus pais ou de chegar a um lugar completamente desconhecido para eles. Isso é absolutamente normal. No entanto, com o passar do tempo, esse medo tende a cessar e, caso não ocorra, devemos tomar certos cuidados pois a ansiedade e outros transtornos como pânico podem surgir.

A ansiedade em crianças se manifesta por meio de vários sintomas, como os seguintes:

Nervosismo constante

Se ele costuma ficar ansioso ou visualmente nervoso, é um sintoma que não deve ser minimizado. Este não deve ser um comportamento recorrente. A criança se sente cansada e sem energia, o que é incomum para a maioria dos bebês.

Sentimento constante de medo

É uma criança com medos exagerados ou pânico em relação a determinados objetos, situações, lugares ou pessoas .

Distúrbios do sono

O medo de dormir só dificulta o adormecimento e quase sempre ele se levanta no meio da noite e vai para o quarto dos pais ou de uma babá.

Comportamento de evitação

Ele se recusará terminantemente a estabelecer contato com aquela situação que causa ansiedade, por exemplo, se ele sofre de Transtorno de Ansiedade de Separação, ele evitará ficar em qualquer lugar longe de seus pais ou sair sem eles.

Desconforto físico

Eles podem sentir palpitações, desconforto no estômago, dores de cabeça, aumento da transpiração, entre outros.

Preocupações excessivas com o futuro

A preocupação exagerada com o futuro e com as consequências que cenários cheios de caos podem gerar para ele ou seus familiares podem ser um sinal de que ele sofre de um Transtorno de Ansiedade.

É importante lembrar que o acompanhamento com profissional da área é imprescindível. Se sua criança está com sinais de ansiedade, procure um médico ou psicólogo.

Texto originalmente publicado em lavidalucida e adaptado pela equipe do blog Educadores.