Início Comportamento Retorno das aulas na China assusta o mundo

Retorno das aulas na China assusta o mundo

13015
0

Aqui não sabemos ainda quando as coisas voltarão ao normal nas escolas. Mas na China, após 4 meses de isolamento, as crianças finalmente retornaram aos estudos. Mas retornaram de maneira diferente e isso tem deixado o mundo inteiro assustado.

Antes de sair de casa, cada criança deve medir a temperatura e gerar pelo celular um QR Code que avalia a saúde da criança e é enviado para o grupo da escola, de maneira a deixar as professores cientes de cada situação.

Mas não para por aí: ao chegar na escola  elas passam por um scanner de temperatura na entrada. E ao entrar na sala de aula, não sentam mais em duplas e sim sozinhas.

Nada de tirar as máscaras.

Nada de abraçar os amigos.

E como se não bastasse a verificação da temperatura antes da aula, durante o dia as professores verificam novamente cada aluno e trocam suas máscaras. Se a criança passar de 37° graus vai para o hospital dentro da escola aguardar para medir a temperatura novamente.

Você acha exagero? Pois todo dia as crianças tem a obrigação de levar para a escola um “kit pandemia”. Nele há os seguintes itens:

-toalha de rosto 
– toalha para colocar embaixo da bandeja de comida, já que agora elas não almoçam no refeitório e sim na mesa da sala de aula. 
– lenço de papel para o banheiro 
– lenço umedecido para o banheiro 
– lenço umedecido para limpar a mesa da sala de aula 
– álcool gel 
– saco de lixo 
– talheres para o almoço 
– máscaras pra trocar durante o período dentro da escola.

Sem contar que todos os dias a escola é desinfectada.

Será que isso um dia será possível aqui no Brasil?

Texto originalmente publicado em noticiadacidades e adaptado pela equipe do blog Educadores.