Início Bem estar Quanto mais conhecemos as pessoas, mais gostamos dos animais

Quanto mais conhecemos as pessoas, mais gostamos dos animais

876
0

Em uma sociedade tão cruel, os animais são os nossos melhores companheiros

Não há como negar que a humanidade está se tornando cada vez mais preconceituosa, egoísta e enganosa. Cada vez fica mais difícil confiar nas pessoas e quando isso acontece, sempre há grandes chances de haver decepção. Diante desta situação, o que podemos fazer? Não há muito o que possamos fazer, na verdade.

Você já deve ter ouvido a expressão “prefiro meu cachorro a outras pessoas”. Aliás, atualmente, muitas pessoas preferem se relacionar com outras pessoas apenas através da internet. Apesar de todos saberem que ninguém é assim tão sincero no meio digital, mas pelo menos através das redes sociais, não nos preocupamos se nos falam a verdade ou a mentira, a menos que queiramos conhecê-los na vida real.

Os seres humanos sempre foram considerados complicados. Possuímos a oportunidade de viver de maneira mais simples e fácil ao possuirmos o raciocínio e a inteligência, porém, fazemos justamente o contrário. Usamos nossa inteligência para mentir, decepcionar e prejudicar os outros.  

Apesar deste comportamento ser extremamente triste, as coisas não são muito diferentes quando se trata de família ou parceiro. A verdade é que, às vezes, acaba sendo pior.

Muitos enxergam a família como “amigos” que somos obrigados a suportar, independentemente de te fazerem bem ou mal, você sempre precisa permanecer os amando e os ajudando. Porém, existem casos em que é mais fácil pedir um favor a um amigo ou estranho do que a um membro da família.

Quando se trata de um casal, a realidade é quase a mesma. Em relações que eram para predominar o amor e o companheirismo, existem mentiras, infidelidades, brigas, disputa por controle e manipulação. De maneira resumida, morar junto de alguém pode se tornar infernal. É claro que existem casos onde o casal busca por uma relação boa e saudável, mas nem sempre isso se torna possível.

Sendo assim, como não preferir a companhia de um animal à de um humano? O que ocorre é que precisamos, obrigatoriamente, socializar para não enlouquecer e, sendo assim, nos agarrarmos a esta ideia e torcemos para que as pessoas ao nosso redor sejam boas conosco.

Em um mundo de humanos tão desumanos precisamos fazer a nossa parte e nos manter conscientes de que existem pessoas que vão nos ferir e outras que vão nos amar. Ter empatia pode ser uma boa saída para a sociedade de hoje.

O fato é que os animais são puros e não os merecemos. Apesar disso, eles permanecem fiéis e amáveis conosco. Sorte a nossa!

Fonte: reflexiones