Início Bem estar Perdoar é poder se libertar das amarras do passado para poder viver...

Perdoar é poder se libertar das amarras do passado para poder viver livremente o presente

511
0

O perdão te liberta

Quando alguém nos machuca de alguma forma, nosso cérebro faz com que o nosso corpo, como um todo, aja de forma instintiva, fazendo com que mantenhamos a maior distância possível de quem nos feriu. Temos repulsa, rejeição e uma mágoa intensa no peito que parece que nunca vai passar.

Não queremos pensar em como foi, nem o que podia ser diferente. O que queremos é esquecer e deixar isso pra lá. Mas nem sempre é fácil. Aliás, na maioria das vezes é bem difícil. Nosso orgulho pode acabar nos dominando e a raiva predominando. Não conseguimos acreditar que alguém nos feriu. Não queremos aceitar.

O fato é que quando estamos nutrindo um sentimento ruim no nosso peito, não conseguimos nutrir o bom. É como se fossem água e azeite. Ficamos presos a sentimentos passados, a momentos passados e a cada vez que nos lembramos do motivo da nossa tristeza, da nossa raiva, pior ficamos e mais espaço no nosso coração e na nossa vida são tomados por estes sentimentos impuros.

Não podemos nos permitir não viver. Não podemos ser escravos de algo que nos fere a alma e que pior que isso, nos fere porque permitimos, porque fortalecemos os fantasmas do passado. A vida é tão curta para que nos prendamos a coisas tão baixas e pode ser tão linda quando nos damos a chance de sermos felizes.

Perdoar é uma questão de necessidade para a vida. É um pré-requisito para viver de forma sadia. É deixar o passado lá atrás e viver o presente, para que possamos chegar ao futuro. Perdoar é reconhecer que a sua vida vale mais que determinada situação, que determinada pessoa. Afinal, nada pode valer mais que o seu sorriso e a sua paz.

Devemos entender que, como seres espirituais que somos, cada um tem a sua evolução, o seu nível de discernimento e que errar faz parte de aprender. Você já errou com alguém e ainda vai errar. As pessoas erraram com você e ainda vão errar. Todos merecem perdão, inclusive você. Aliás, o perdão faz parte de sermos a nossa melhor versão, faz parte de sermos humildes o suficiente para percebermos que não somos ninguém para julgar aos outros, porque afinal de contas, não queremos que nos julguem.

Perdoar não significa precisar conviver lado a lado de quem o machucou. Perdoar significa não sentir nada de ruim relacionado aquela pessoa. Perdoar significa que a sua paz foi reestabelecida no seu interno e que o amor vai prevalecer, porque você sabe que recebe do mundo aquilo que você entrega a ele. Que sejam coisas boas e que sejam puras e verdadeiras.

O ódio, a raiva, a mágoa, ficam com a gente se deixarmos que fiquem. Ficam com a gente se não lutarmos para que vão embora. Estes sentimentos sombrios vão corroer você pouco a pouco se você não tiver amor suficiente para se libertar. Permita-se viver, amar. Permita-se perdoar.