Início Bem estar O ninho vazio: quando seus filhos vão embora

O ninho vazio: quando seus filhos vão embora

905
0

Se o seu último filho for um adulto e estiver prestes a sair de casa – ou se já foi embora – você pode estar experimentando emoções confusas. Quando o ninho vazio chega, você pode estar experimentando algumas emoções confusas, entender o que acontece é importante para saber o que fazer a respeito.

A síndrome do ninho vazio 

A síndrome do ninho vazio não é um diagnóstico clínico. Em vez disso, a síndrome do ninho vazio é um fenômeno no qual os pais experimentam sentimentos de tristeza e perda quando o último filho sai de casa. 

Alguns pais podem achar difícil aceitar que seus filhos não precisam mais de sua atenção ou que perderão as partes mais cotidianas de sua vida e não terão sua companhia constante. Eles também podem se preocupar com sua segurança ou se as crianças serão capazes de cuidar de si mesmas.

Se você tem apenas um filho em casa e ele vai sair ou já se tornou independente e está ficando muito difícil, é porque provavelmente você terá que se adaptar a esta nova fase da vida, onde sua casa se tornou um ninho vazio.

O impacto da síndrome do ninho vazio

Há pesquisas antigas que mostram que os pais com a síndrome do ninho vazio experimentaram um profundo sentimento de perda que pode torná-los vulneráveis ​​à depressão, alcoolismo, crises de identidade e até mesmo conflitos conjugais. No entanto, estudos recentes sugerem que um ninho vazio pode reduzir os conflitos de trabalho e familiares e pode proporcionar aos pais muitos outros benefícios.

Portanto, o ninho vazio pode ser uma oportunidade de curtir uma nova etapa, onde além de sentir saudades dos filhos em casa, é possível curtir uma nova etapa como casal .

3 chaves para lidar com a síndrome do ninho vazio

Aceitar o tempo

Evite comparar a programação de seu filho com sua experiência diária. Em vez de pensar no tempo, concentre-se no que você pode fazer para ajudar seu filho a ter sucesso na vida e também no tempo que você tem e pode desfrutar com seu parceiro. Tempo livre, uma nova intimidade.. A partir de agora você pode aproveitar a vida de uma forma diferente.

Fique em contato com seus filhos

Você pode continuar a manter contato com seus filhos e fazer com que se sintam próximos de você, mesmo que você não esteja fisicamente lá. Faça um esforço para manter contato regular por meio de visitas, telefonemas, e-mails, mensagens de texto ou mesmo chamadas de vídeo . Encontre a maneira pela qual vocês dois estão conectados e se sentem confortáveis, sem invadir o espaço, mas ambos sabendo que estão do outro lado.

Procure apoio

Se você começar a perceber que é muito difícil para você e achar que o ninho vazio está sendo muito difícil para você superar sozinho, não hesite em procurar ajuda. Você pode contar com seus entes queridos ou contatos próximos que o apoiam. Compartilhe seus sentimentos e, se você se sentir muito deprimido, consulte seu médico ou um profissional de saúde mental.

Texto originalmente publicado em eresmama e adaptado pela equipe do blog Educadores.