Início Bem estar Moradores trocam resíduos recicláveis por frutas, verduras e legumes frescos em São...

Moradores trocam resíduos recicláveis por frutas, verduras e legumes frescos em São Paulo

295
0
????????????????????????????????????

Iniciativa já é um sucesso

Separar o lixo orgânico do seco não é apenas benéfico para o meio ambiente, mas também melhora a qualidade da alimentação da população, pelo menos em Santo André, São Paulo. Acontece que os moradores da cidade podem trocar resíduos recicláveis por frutas, verduras e legumes. Esta troca foi programada pela prefeitura local e denominou esta troca como “Moeda Verde”.

Como funciona?

As pessoas que separam os seus lixos recicláveis secos em casa, como jornal, latas de alumínio, papelão, garrafas PET e potes de vidro e, a cada 15 dias, podem levá-los a um dos sete núcleos do programa “Moeda Verde”, localizados nas regiões mais vulneráveis da cidade.

Para cada 5 kg de resíduos entregues, o cliente pode levar 1 kg de hortifrútis da época. A iniciativa beneficia cerca de 35 mil pessoas e se tornou um sucesso. Além disso, o programa combate o descarte irregular de lixo.

Isso porque, de forma proposital, os núcleos do programa estão localizados muito próximos dos principais pontos de descarte irregular de lixo da cidade. Desta forma, não há motivos para os cidadãos continuarem com a prática! Quem também está sendo beneficiado com a iniciativa são as cooperativas de reciclagem locais, que firmaram contrato com a prefeitura para receber os resíduos entregues ao programa.

Para quem mora em Santo André, vale consultar o calendário de ações do “Moeda Verde”.

Iniciativas parecidas também estão presentes em outros municípios, como Guarujá, em São Paulo, e Curitiba e Ponta Grossa, no Paraná.