Início Comportamento Morador de rua encontrou a carteira de um milionário e devolveu ao...

Morador de rua encontrou a carteira de um milionário e devolveu ao dono, que o recompensou com casa e trabalho

768
0

Um morador de rua na Tailândia, conhecido como Woralop, teve a vida totalmente transformada, depois de um ato de honestidade.

O homem estava dormindo em uma estação de metrô quando viu que um jovem que passava pelo local deixou a carteira cair. Woralop poderia ter pego a carteira e ficado pra si, como ganho pessoal, de maneira desonesta. Porém, teve apenas uma reação: pegou a carteira e entregou para a polícia, para que eles pudessem localizar o dono.

Mas a história não acaba por aí: o morador de rua jamais imaginou que essa atitude iria mudar completamente sua vida, gerando uma transformação. A carteira que ele encontrou pertencia a Nitty Pongkriangyos, um empresário milionário de 30 anos. O homem, que nem havia notado o sumiço da carteira, ficou muito surpreso quando percebeu a honestidade de alguém que necessitava tanto e que se deparou com a oportunidade de usufruir de uma boa quantia.

Foi quando o empresário resolveu retribuir o favor:

“Fiquei realmente surpreso quando me disseram que tinham encontrado a minha carteira, porque eu não sabia que tinha perdido. Minha primeira reação foi: “Uau, se eu estivesse no seu lugar, sem dinheiro, eu teria ficado”. Mas ele era um mendigo e não tinha dinheiro, e ainda assim ele devolveu minha carteira. Isso é um sinal de que ele é uma pessoa boa e honesta. É o tipo de pessoa que precisamos em nossa equipe”, declarou Nitty

O empresário convidou o homem para trabalhar em sua empresae lhe ofereceu uma casa e um bom salário. O morador de rua inteligentemente aceitou a oferta, e hoje vive uma vida totalmente diferente!

“Ter uma cama limpa para dormir me deixa muito feliz agora”. – Woralop

Esse é um exemplo de que nunca podemos julgar as pessoas pelos seus bens materiais. Às vezes quem mais tem, são os que menos oferecem. E os mais humildes são os que mais ajudam. Pois humildade nada tem a ver com bens materiais, e sim com caráter.

Texto adaptado pela equipe do blog Educadores.