Início Bem estar Menina luta incansavelmente pela legalização da maconha medicinal

Menina luta incansavelmente pela legalização da maconha medicinal

397
0

Para a menina, o uso da maconha medicinal é um direito constitucional

Nos Estados Unidos da América, há tempos se luta pela legalização da maconha. A Administração de Alimentos e Medicamentos americana não autorizou o uso da erva mesmo que seja para uso medicinal, pois afirma que seu uso não é seguro e nem eficaz. Porém, há estudos recentes que indicam que a maconha é sim benéfica para o tratamento de diversas doenças.

Alexis, uma garota texana, está usando o medicamento a base de maconha para o tratamento de epilepsia e decidiu processar Jeff Sessions e a Drug Enforcement Administration (DEA) para que o medicamento seja autorizado, auxiliando outros que sofram com a mesma doença.

Alexis teve sua primeira convulsão ainda com sete anos de idade e foi diagnosticada com epilepsia. Diversos medicamentos tradicionais foram utilizados nas suas diversas tentativas de tratamento, porém sem sucesso. Os médicos, observando o estado de saúde lamentável da menina e vendo que nenhum medicamento estava sendo eficaz, sugeriram que fosse feito uma cirurgia cerebral de risco.  A família de Alexis, temendo pela vida da menina, se mudou para o Colorado, para que ela pudesse ser tratada com maconha medicinal. Não demora muito e as convulsões de Alexis desaparecem.

Desde então, Alexis vem destacando a importância da liberação da maconha para o tratamento de doenças . Inclusive, a menina decidiu desafiar a Lei de Substâncias Controladas dos EUA e processou o procurador-geral Jeff Session.

Em março de 2017, Alexis testemunhou no tribunal sobre o uso da maconha para epilepsia e declarou que a Lei de Substâncias Controladas viola os direitos constitucionais.

Em 2019 a menina comemorou nas suas redes sociais que, por quatro anos não sofre com convulsões.  

A luta de Alexis está sendo continuada nos tribunais e a menina acredita que os seus esforços trarão bons resultados para todos aqueles que precisam de tratamento com a erva.

Este site somente divulga notícias pertinentes, não está tomando posição contra ou a favor do uso da maconha ou de qualquer outro produto.