Início Bem estar Há trabalho escravo infantil na confecção de roupas que são importadas para...

Há trabalho escravo infantil na confecção de roupas que são importadas para o Brasil

367
0

Entidade internacional denuncia: Há Trabalho escravo no século 21

Você já deve ter visto algumas peças de roupa sendo vendidas por pechinchas no comércio! Pois é. E se eu dissesse a você que muitas destas roupas foram confeccionadas à custa de muito sofrimento infantil ?  

A mais recente denúncia relacionada a este assunto foi realizada pela entidade internacional Over Seas Development Institute, que divulgou um relatório onde se acredita que cerca de 3 mil crianças são obrigadas a trabalhar em condições totalmente desumanas na cidade de Dhaka, capital de Bangladesh.

As idades das crianças variam de 6 a 14 anos e ficam confinadas em ambientes impróprios, trabalhando em média 64 horas semanais (mais do que 12 horas por dia) para receber pelo trabalho um valor menor do que 2€. A entidade inclusive cita casos de crianças que ficam mais do que 110 horas semanais trabalhando arduamente e incessantemente. O resultado disso é a privação da infância, educação e saúde. Além disso, as crianças relatam muitos problemas relacionados a fadiga extrema, dores nas costas, febre e feridas na pele.

O trabalho das crianças envolve a confecção de roupas que, muito possivelmente, serão expostas em lojas conhecidas aqui no Brasil. Isso ocorreria devido aos dados de que 15% deste trabalho infantil é destinado a confecção de roupas que vão para o nosso país.

O governo de Bangladesh até chegou a se pronunciar sobre o assunto, porém as declarações não são nada positivas. Segundo o governo, o país possui leis contra o trabalho escravo infantil, mas faltam fiscais para fazê-las serem cumpridas.

Inacreditavelmente, o trabalho escravo permanece fazendo vítimas em pelo século 21.