Início Comportamento Estudante de 16 anos da região norte da Bahia ganha concurso nacional...

Estudante de 16 anos da região norte da Bahia ganha concurso nacional de redação

1216
0

A jovem Rayanne Oliveira, de apenas 16 anos e aluna do 1° ano do Colégio Estadual João Francisco da Silva, localizado no município de Sítio do Quinto, aconquistou o 1º lugar no 7º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União, na categoria Redação II – Estado da Bahia.

Com o tema “Prato feito: alimentação de qualidade é sinal de dignidade”, a estudante alcançou a nota de 9,95 pontos, demonstrando sua habilidade e sensibilidade na abordagem de assuntos tão relevantes para a sociedade brasileira.

O concurso tem como propósito incentivar a reflexão e o debate sobre educação em direitos e cidadania, especialmente em ambientes educacionais da rede pública de ensino, unidades prisionais e unidades do sistema socioeducativo. Rayanne, por sua vez, demonstrou grande interesse no tema, que aborda a pobreza, desigualdade, insegurança alimentar, fome e o aumento de casos de doenças crônicas não transmissíveis decorrentes de uma alimentação inadequada.

A aluna destaca a importância da leitura e do conhecimento para a elaboração de uma redação de qualidade e relevante para a sociedade. Ela também ressalta que encarou o desafio como uma oportunidade de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), e que a participação em concursos externos é uma forma de enriquecer sua experiência escolar.

O diretor do colégio, Edmar Rocha, destaca a importância do incentivo aos estudantes para participarem de atividades extracurriculares e a promoção de uma educação de qualidade, mesmo em um ambiente com poucos recursos. Para ele, o destaque de alunos como Rayanne é fundamental para elevar a autoestima e valorização dos estudantes.

Premiação – A premiação do 7º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União foi planejada de forma a incentivar a criatividade e a excelência dos participantes. Nas categorias I e II, os primeiros colocados de cada unidade federativa serão agraciados com um videogame ou outros bens de valores equivalentes, enquanto os segundos e terceiros lugares receberão um aparelho de celular e um tablet, respectivamente. Já nas categorias III, IV, V e VI, que têm abrangência nacional, os prêmios seguirão a mesma lógica, premiando os vencedores com um videogame, um celular e um tablet ou outros bens de valores equivalentes.

FONTE informebaiano