Início Comportamento Entenda como dormir com seu animal de estimação pode afetar você

Entenda como dormir com seu animal de estimação pode afetar você

116
0

Muitos de nós nos perguntamos: será bom pra mim dormir com meu cachorro? Mas a pergunta que você deveria fazer é dormir com você é bom para o seu animal de estimação?

 “Em geral, é muito bom que os animais durmam com seus tutores.” Diz a veterinária-chefe da Comunidade Veterinária da América do Norte, Dana Varble.

Segundo Varble, os animais que compartilham a cama com os donos criam laços mais estreitos, confiam mais nos seus humanos e isso gera benefícios à saúde dos peludos, incluindo o aumento do bem estar.

Prós e contras para humanos

“Os animais podem se mover, latir e interromper o sono. O sono em cães (e gatos) não é contínuo e eles inevitavelmente se levantarão e caminharão na cama, pisando nas pessoas. Toda essa atividade levará à fragmentação do sono”, disse Vsevolod Polotsky, diretor de pesquisa do sono e professor do departamento de medicina da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins.

Ou seja: em teoria, não é bom para os humanos dormir com os pets.

No entanto, há pesquisas atuais que indicam benefícios para aqueles que dormem com os seus cães e gatos.

O especialista em sono Raj Dasgupta, professor assistente de medicina clínica na Keck School of Medicine da University of Southern California relata que pessoas com depressão e ansiedade conseguem ter benefícios com o animal de estimação na mesma cama. Muitas vezes diminui a ansiedade.

Dados coletados em 2017 do Centro de Medicina do Sono da Clínica Mayo em Phoenix revelaram que mais da metade dos donos de animais permitiam que seus pets dormissem no quarto e a maioria considerou o ato benéfico, com pouca perturbação de sono. No entanto, cerca de 20% ainda acreditam que os amigos de 4 patas atrapalham o sono.

Além disso, outras pesquisas foram feitas e mostraram pontos bem positivos em se dormir com os animais. Um estudo de 2021 pediu que adolescentes com idades entre 13 e 17 anos usassem rastreadores de sono por duas semanas e depois passassem por um teste de sono. Cerca de um terço das crianças dormia com um animal de estimação, observou o estudo, o que não pareceu afetar a qualidade de seu descanso.

Mas temos que ter cuidado

Apesar das novas descobertas, ainda precisamos pensar duas vezes antes de colocar nossos cães ou gatos em nossas camas.

“É particularmente prejudicial para pessoas com insônia ou pacientes com outros distúrbios do sono – pacientes com fase de sono atrasada (noctívagos) ou mesmo em pessoas com apneia do sono, que acordam da interrupção da respiração e não conseguem voltar a dormir”, disse Polotsky.

Além disso, deve se ter cuidado com a sua saúde. Se você tem asma, alergia ou doença pulmonar, dormir com uma bola de pelos não é indicado.

Texto originalmente publicado em cnnbrasil e adaptado pela equipe do blog Educadores.