Início Curiosidades Cão vira sensação do momento em Porto Alegre/RS ao passear de óculos...

Cão vira sensação do momento em Porto Alegre/RS ao passear de óculos escuros com seu dono

866
0

Inácio é um vira-lata que teve uma vida muito parecida com outros cães de rua: foi abandonado e rejeitado por duas famílias que o consideravam hiperativo e terrível. Ele fazia parte da ONG Projeto Anjos de Patas que acolhe animais de rua, e foi devolvido após roer a cama da sua penúltima família. Mas a vida da voltas e hoje Inácio é a sensação do momento nas ruas de Porto Alegre.

Com seu lenço vermelho no pescoço e seus óculos escuros, Inácio chama a atenção ao andar de bicicleta com seu dono Angelo Trois, de 26 anos. Carregado em uma mochila nas costas, vai virando a cabecinha conforme as pessoas chamam pelo seu nome. Uma graça!

Créditos da foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

Angelo resolveu adotar Inácio junto com sua namorada Naytiara.

— Nem cogitávamos adotar, porque vivemos em um J.K. Mas nos apaixonamos. No fim, deu tudo certo, ele comeu só um capacete e um óculos nosso, mas nada que nos magoasse — conta Naytiara.

Créditos da foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

O cãozinho é tão admirado que as pessoas que passam por ele nas ruas da cidade já tentam fazer um registro com seus telefones. Inácio não aparenta ser nada bagunceiro e incomodativo, agora que encontrou quem realmente o ama e da carinho.

 Ele é uma estrela. As pessoas olham, apontam. A gente mora no Centro, onde todo mundo caminha meio cego, sempre atrasado. Quando veem ele, se surpreendem – explica Angelo.

Créditos da foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

No fim de 2019 o casal de donos criou uma conta no instagram para relatar e registrar a vida do pequeno cão. (@instadoinacio).

— Dói saber que ele foi rejeitado. Mas hoje não tem nada melhor do que sentar em frente ao computador e sentir ele nos meus pés. Um companheiro. Não temos do que nos arrepender, só de não ter conhecido ele antes — complementa o dono.

Texto originalmente publicado no jornal local gauchazh e adaptado pela equipe do blog educadores.