Início Bem estar Camapu: a planta capaz de auxiliar na recuperação de Alzheimer e Parkinson

Camapu: a planta capaz de auxiliar na recuperação de Alzheimer e Parkinson

1094
0

Entenda mais sobre esta incrível planta

A planta Camapu, também conhecida como juá-de-capote é muito famosa no Brasil, em muitas regiões. Isso é devido as suas necessidades de cultivo, que podem ser facilmente encontradas no nosso país.

Porém, o mais incrível é que a ciência está estudando a planta, pois acredita-se que ela auxilia na recuperação dos neurônios cerebrais e, sendo assim, ela poderia ser eficaz no combate as doenças neuro-degenerativas, como o Alzheimer, Parkinson e outras.

Cientistas do Pará detectaram que a planta possui em seu talo uma substância que potencializa a produção de novos neurônios no hipocampo (região ligada a memória). Assim, eles buscam desenvolver medicamentos naturais que possam beneficiar o nosso cérebro. Além disso, os pesquisadores constataram que os poderes medicinais da planta poderiam beneficiar também vítimas de depressão grave, já que neste caso também há perda neural.

“A notícia é muito boa, principalmente pelo fato de esta substância estimular o crescimento neuronal na área do hipocampo. A gente está falando da criação de novos neurônios, algo que algum tempo atrás não se falava”, afirma Milton Nascimento dos Santos, do Grupo de Pesquisas Bioprospecção de Moléculas Ativas da Flora Amazônica da Universidade Federal do Pará.

As propriedades neurogênicas que a planta possui foram testadas em ratos de laboratório e atualmente está se iniciando os testes clínicos e de produção em grande escala, para subsidiar a indústria farmacêutica nacional.

Apesar de tudo que já foi descoberto em relação aos benefícios do camapu, sabe-se que a substância contida em seu talo ainda é muito complexa e existem dificuldades na sua sintetização, mas a planta possui uma fácil reprodução bianual. “A substância pode ser uma maravilha, mas se só é produzida pela planta uma vez por ano, a produção de fitoterápicos ficaria inviável”, relata Silva.

A planta contém outras propriedades medicinais, como anti-inflamatória e  anti-protozoária. Além disso, ela purifica o sangue, fortalece o sistema imunológico e reduz as taxas de colesterol. Aliás, há estudos que apontam o poder do camapu contra a doença Mal de Chagas.

Abaixo consta uma tabela que possui referências bibliográficas onde se aponta o uso detalhado da planta. Observe:

Utilização Parte da planta e/ou constituinte ativo Referência
Calmante e depurativo Seiva Pio Corrêa, 1962
Comestível, desobstruente, resolvente e diurético Fruto/Cozimento e infusão de toda a planta Pio Corrêa, 1962
Antioxidante Fruto/Carotenoide Raghava e Nisha-Raghava, 1990
Diminuição da pressão arterial Fruto/Acetilcolina Melo & Afiatpour, 1985
Antibacteriana Extrato de raiz, caule e folha Sanchez et al, 1997
Atividade imunossupressora Vitaesteroides Sakhibov e al, 1990
Antitumoral Fisalina F Chiang et al, 1992
Hemorroidas Fisalina F Chiang al et, 1987
Neurogênese Talo  Milton Nascimento dos Santos

CAMAPU NO JARDIM

Caso esteja pensando em cultivar no seu jardim a planta, é preciso tomar muito cuidados. É recomendado que você não coloque as suas sementes na horta, já que o crescimento desta planta é muito agressivo e vai acabar tomando espaço demais, afetando a qualidade das demais plantas que a rodeiam. Portanto, para plantá-la, é necessário reservar um canteiro só para ela.

Fontes: greenme e wikipedia.org