Início Saúde As verdades que todos devem saber sobre as mulheres que sofreram uma...

As verdades que todos devem saber sobre as mulheres que sofreram uma cesariana.

61776
0

Eu sou mulher e fui criada por uma sociedade machista que sempre afirmou que o sexo masculino é o mais forte, mas depois que fui mãe por duas vezes, me sinto no direito de argumentar sobre isso. Tudo o que uma mulher tem que passar todos os meses não é para qualquer sexo forte não! Dores nas costas, cólicas menstruais e as vezes um fluxo que dura mais de sete dias. E quando ficamos grávidas vem a grande provação. Digo provação sim, porque eu fui uma pessoa que senti enjoo até os seis meses da gestação. Todo o tipo de água me enjoava, então eu filtrava, comprava água mineral, buscava água da fonte e da bica, fervia e nada mudava o gosto dela, sim, da água, aquela sensação maravilhosa de me sentir saciada após um copo d”água não me pertencia mais. Sentia o gosto e o cheiro de qualquer tipo de água e vomitava noite e dia, sim… a noite eu acordava com enjoos e ficava horas acordada. O médico dizia que era normal, claro, o médico era um homem né?? (risos). E depois do sexto mês veio o gosto amargo na boca que só cessou depois que ganhei os filhos.

Eu sei que tem mulheres que dirão ou pensarão que eu estou exagerando, mas compreendam, cada pessoa é única em todos os sentidos. O que para um é maravilhoso; para outros talvez nem tanto e, para ainda outros; é terrível! E a hora do parto então? apesar das dores intensas do trabalho de parto tive que me submeter a duas cesarianas.

Trouxe-lhes a parte que a maioria desconhece sobre as verdades e as dores que as mulheres tem que suportar durante a gravidez, e depois, quando temos que enfrentar a cesariana.

Verdades sobre a cesariana que todos devemos saber

A primeira vista pode até se pensar que a cesariana é uma simples cirurgia, com apenas uma anestesia e um corte e voilá: Nasce o bebê! Digo que uma mulher que foi capaz de passar por uma cesariana é uma heroína e merece toda a nossa admiração porque:

1 – Prá começo de conversa a cesariana é uma intervenção cirúrgica e a mulher fica sujeita a todos os riscos e percalços. As mulheres são guerreiras, e a batalha que elas enfrentam dispensam comentários, pois o medo e a intranquilidade se deparam e se chocam com o amor, a força de vontade e a esperança que tudo corra bem.

2 – Para saber se tudo correu bem após a cesariana somente depois de passar o efeito da anestesia. Depois que nasce o bebê a mãe precisa de recuperar dos efeitos da anestesia para saber que tudo deu certo, pois ela fica consciente durante a cirurgia e, eu morria de medo de sentir quando passassem o bisturi, pois havia escutado histórias de pessoas que disseram ter sentido dores terríveis, mas não, comigo não foi assim. Senti apenas uma coisa muito quente escorrendo nas minhas pernas e perguntei se era sangue. O médico riu e disse que era a bolsa que tinha estourado.

3 – Meu segundo filho nasceu com uma insuficiência respiratória e a primeira coisa que fizeram comigo foi uma batelada de perguntas, veio psicóloga, enfermeira, médica e sei lá mais quem perguntar se eu havia tomado ou ingerido drogas ou bebida alcoólica durante a gravidez e então, só o que eu pensava é que meu bebê tinha morrido e não queriam me contar. Fiquei mais de três horas só pensando bobagem, ainda sob o efeito da anestesia. Eu tinha plano de saúde mas meu marido não pode ficar comigo na hora da cirurgia, porque eram as normas do hospital. Quando nossos filhos nascem , nosso mundo se modifica e nos transforma em mães, e uma criança recém nascida exige muita predisposição pois o bebê quer saber de mamar, de ser trocado, de ser banhado e de ser cuidado e, as vezes, o processo de recuperação é exaustivo para uma mãe.

E o desconforto que vem após a cirurgia? e mesmo assim, nós, MÃES, com letra maiúscula tiramos força para sentar, para levantar, para amamentar, para trocar nosso filho. Sim! Nós, mães ,desenvolvemos uma força Hercúlea digna de uma guerreira das mais audazes. Quando seguramos a mão daquele serzinho totalmente dependente de nós, quando sentimos aquele cheiro único e quando ficamos observando para ver se nosso bebê está respirando. Ah, que sentimento inexplicável!

Minhas cicatrizes de cesarianas são uma extensão de momentos que passei para ter hoje meu legado, meus filhos e, me permitem lembrar todas as vezes que nós, mães somos feitas de coragem, de amor e de muita esperança que nossos filhos cresçam e se transformem em pessoas do bem.
Não esconda suas marcas, não disfarce suas cicatrizes, elas te dizem o quanto você foi forte e sobreviveu!

Compartilhe com sua família e amigos se você gostou deste artigo!