Início Curiosidades Aprenda a plantar tomate orgânico em casa

Aprenda a plantar tomate orgânico em casa

501
0

O tomate tem sua origem na região  atual  do  México e foi se espalhando pelo resto do continente com o passar do tempo. Já atualmente, é um dos alimentos mais consumidos e desejados nas cozinhas. Ele pode ser usado para os mais diversos fins, e pode ser encontrar em tipos diferentes como tomate redondo,t omate caqui, etc.

Mas os tomates adquiridos em mercados tradicionais, hoje possui pouco menos da metade dos nutrientes presentes em um tomate de 30 anos atrás. E porquê? Por causa dos métodos de agricultura que foram modificados ao longo do tempo, e hoje há o uso  exacerbado  de  agrotóxicos  e  insumos  agrícolas.  Uma forma de combater esse problema é o plantio caseiro do tomate. Já tentou?

Vamos trazer aqui como você pode fazer isso na sua casa.

Espaço

Você pode plantar em   pequenos   vasos   e   canteiros,. Eles não necessitam de  grandes  áreas  para  que  se desenvolvam com vigor.

Clima

O tomate não suporta temperaturas muito frias. A temperatura ideal para cultivar o tomate é entre 20°C a 26°C. A temperatura máxima não deve ultrapassar os 35. No caso de regiões com problemas de temperatura, é possível cultivá-los em estufas.

Luminosidade

 o tomateiro requer um pouco mais de atenção neste caso. Ele precisa de alta luminosidade e com luz do sol de maneira direta por, no mínimo, 6 horas diárias.

Solo

Para  plantações  em  larga  escala,  recomenda-se  cuidar  do  solo pelo  menos  cinco meses  antes  da  implantação  da  cultura. O solo  ideal  para  plantar  tomates  deve  possuir  pH  entre  5,5  a  7,  com boa  drenagem. A camada de cima precisa estar bem irrigada e não  deve  ficar  encharcado  para  evitar  a  proliferação  de  doenças  e  demais pragas. 

Irrigação

Os tomateiros  devem  estar  sempre  bem  irrigados,  no  entanto  a  irrigação em demasia prejudica o desenvolvimento da planta. É interessante, nesse caso, que se utilize os irrigadores automáticos – se você julgar necessário.

Plantio

Recomenda-se que se  realize  pequenas mudas do tomateiro antes de colocá-lo no solo. Em uma sementeira, coloque de duas a cinco sementes em cada buraco, com cerca de 1cm de profundidade. Caso opte por tomates menores ou do tipo anão, faça o plantio diretamente no vaso ou na jardineira escolhida.

Transplante de muda

As mudas estarão prontas  para  o  transplante  quando  estiverem  com  aproximadamente  4 folhas consolidadas  e  após  o  fortalecimento  dos  pequenos  tomateiros  é  necessário transplantar as mudas.

Mas qual o espaçamento que devemos deixar: Isso varia de acordo com a variedade de tomate. Mas o espaçamento mínimo recomendado entre cada planta é de 50 cm, podendo chegar até 1,6 m. No caso de plantas anãs ou de tomate cereja o espaçamento de 30 cm é suficiente.

Colheita

A colheita dependerá do tipo de tomate plantado. Tomates  com  crescimento  regular  do  tipo determinado,  que  crescem  em  moitas  e  dão  frutos  em  menos  tempo,  poderão ser  colhidos  entre  7  e  8  semanas. 

Tomates  maiores,  com  crescimento  do tipo indeterminado podem demorar entre 10 e 16 semanas para amadurecerem.

O destino do tomate também  influencia no tempo de colheita: caso  o  tomate  seja  revendido  para regiões próximas, é importante colhê-lo já maduro, com uma quantidade maior de   nutrientes. Já se o   tomate   precise   percorrer   longas   distâncias, recomenda-se colher o tomate no começo do amadurecimento para que ele não estrague até chegar ao consumidor final.

Texto originalmente publicado em ciclovivo e adaptado pela equipe do blog Educadores.