Início Comportamento 5 passos para seus filhos ouvirem você

5 passos para seus filhos ouvirem você

325
0

Veja como conquistar muitos momentos de diálogo com seus filhos nesse artigo. Tenha a atenção dos seus pequenos com essas dicas simples.

A primeira coisa mais certa a se fazer é evitar atitudes de agressão contra a criança. Os gritos, por exemplo, são uma armas perigosas em todos os sentidos, além disso, os gritos impedem que as crianças nos ouçam , bloqueiam totalmente a comunicação e a criança para de ouvir. Por isso. o mais correto é tentar sempre manter a voz baixa, pois essa ação permite que a criança tente ouvir o que você tem a dizer.

Assim sendo, vamos agora com mais soluções e dicas muito importante para os pais que têm encontrado a dificuldade de ter uma relação harmoniosa e , especialmente a dificuldade de que seus filhos lhe ouçam.

Dicas e regras importantes:

1. Não fale com ele ou dê-lhe uma ordem até que você tenha sua atenção

Uma regra importante é jamais inicie uma conversa ou fale algo sem que seu filho não tenha captado a sua atenção e, antes disso , as crianças carecem  se ligar antes de falar. O mais legal dessa regra é que você não precisa gritar de outro cômodo da casa para que ele escute suas instruções e regras.

A solução então é falar com sua criança o mais perto possível, ou seja , baixar-se ao nível do seu filho e tocá-lo de ligeiramente. Observe o  que a crianças está fazendo nesse exato instante e conecte-se e diga : “olha lá, olhe aquele carro que bonito.” Saiba que quando nos conectamos com outra pessoa, a mente se abre e a escuta é promovida com mais facilidade. Não se trata de uma manipulação, é simplesmente perfilhar o respeito pelo que é importante para ele.

Quando a criança se dispersar , por exemplo, olhar para cima, insiste novamente,  você deve chamar a atenção dele dizendo algo como: “Posso te contar um segredo?” ou “ quero lhe contar uma coisa” e se persistir a olhar para cima, você começa a falar.

2. Não se repita

Depois de executar o passo anterior, se você perguntou ou disse algo uma vez e não obteve uma resposta , não repita a frase. Não caia nessa! Mas sim volte ao primeiro ponto da conexão do parágrafo acima..

3. Use poucas palavras: seja claro e direto

A maioria dos pais tende a falar lentamente e não dão a devida atenção aos seus filhos, e mais do que isso, não fala sua linguagem, para isso , tente ouvir a criança com atenção , usando o mínimo de palavras  possível ao dar-lhe instruções.

4. Olhe da perspectiva deles

Todos nos sabemos que não é nada agradável sermos interrompidos quando estamos fazendo algo. Da mesma maneira a crianças não pode ser interrompida do que está fazendo porque  temos nossas prioridades. Existe momento para tudo e suas criança também deve saber disso. Reconhecer que muitas vezes chamas seu filho sem necessidade é uma boa dica para amenizar isso.

5. Envolva-o na cooperação

Na relação entre pais não cabe dizer que manda, mas sim quem excita a cooperação mutua. Será muito mais vantajoso sempre solicitar algo das crianças com gestos afetuosos do que com autoritarismo. É um desgaste grande tanto para os pais como para os filhos lidar com momentos de tensão autoritária.

Quando realmente precisamos ser ouvidos e persiste a distração ou teimosia é hora de responder : “Combinamos entrar em cinco minutos, e cinco minutos se passaram. Sempre explique que tudo tem hora e quanto mais maturidade sua criança mostra, logo ganhará autonomia para fazer o que gosta.

Sempre mantenha   a paz dentro do seu lar, especialmente na relação entre sua família. Os gritos não educam, o contrário, deixam nossas crianças surdas de tensão, medo e nervosismo.

Este artigo foi publicado originariamente no site- Etapa infantil, e foi reproduzido adaptado por equipe do blog cantinho