Início Bem estar Veneno sendo servido: ANVISA avalia que 23% dos alimentos têm veneno acima...

Veneno sendo servido: ANVISA avalia que 23% dos alimentos têm veneno acima do limite

9807
0

Muitos já desconfiavam, mas agora é oficial: estamos servindo veneno em nossas refeições. O uso de alimentos contaminados com agrotóxicos pode desencadear diversos problemas de saúde nas pessoas, incluindo câncer e distúrbios neurológicos, o que faz com que cada vez mais  nos preocupemos com isso e, consequentemente, se pesquise sobre isso.

Através dessas inúmeras pesquisas e estudos, a ANVISA notificou que entre 2017 e 2018 23% dos alimentos analisados apresentaram agrotóxicos acima do limite estabelecido, e alguns, inclusive, proibidos! Alarmante, não?

Esses dados fazem parte do Programa de Avaliação de Resíduos Agrotóxicos (PARA), no qual foram analisados 4.616 amostras de 14 alimentos que os brasileiros tem o costume de ingerir.

Resultados detalhados da pesquisa da ANVISA

Dos 23% dos alimentos analisados:

  • 17,3% – tinham resíduos de ingredientes ativos não permitidos para aquela cultura
  • 2,9%  – apresentaram mais de um tipo de inconformidade   
  • 2,3% – continham ingrediente ativo acima do limite permitido
  • 0,5% – apresentaram ingrediente ativo proibido em nosso país

Riscos associados ao consumo de alimentos ricos em agrotóxicos

De acordo com a ANVISA, os ricos apresentados são:

Risco agudo: esse tipo de risco se apresenta quando há um consumo excessivo de agrotóxicos em uma refeição durante o dia.

Risco crônico: esse risco se dá pelo consumo diário de diversas quantidades de agrotóxicos na comida.

O que a ANVISA recomenda

  • Maior rigorosidade de ações dos órgãos competentes em relação à educação sanitária,  assistência técnica e fiscalização junto aos produtores e, aos consumidores, à devida prática de higienização dos alimentos 
  • Restrições no registro de agrotóxicos com elevados índices de irregularidade e riscos à e orientação ao consumidor para optar por alimentos da época;
  • Ampliar o monitoramento das empresas e órgãos produtores de alimentos
  • Intensificar a qualidade dos fornecedores e recomendação para o consumidor optar por alimentos rotulados e com rastreabilidade e identificação do produtor;

Infelizmente, temos que ter o cuidado com a nossa alimentação o tempo inteiro. Nem sempre aquele alimento aparentemente saudável realmente apresenta os nutrientes corretos e é livre de veneno. Para que você consuma menos agrotóxicos é recomendável que você opte por alimentos orgânicos de fornecedores confiáveis, que não utilizam agrotóxicos ou/e tem horta em casa.

Texto originalmente publicado em greenme e adaptado pela equipe do blog educadores.live.