Início Comportamento Professora chora ao contar que alunos riem dela e não a respeitam:...

Professora chora ao contar que alunos riem dela e não a respeitam: “Eduquem seus filhos”

1182
0

No mundo existem muitas pessoas que sonham em se tornar professores para ensinar nas escolas e ensinar às crianças as matérias fundamentais para a vida. No entanto, é importante lembrarmos que a educação básica é aprendida em casa e é super importante também.

Por meio do TikTok, uma estudante de Pedagogia de Educação Física identificada como Akalia fez sua defesa contando o que vivenciou como estagiária em uma escola no Chile, garantindo que “nunca tinha acontecido nada disso com ela antes”. Akalia chorou ao contar que em dois semestres vem sofrendo com o desrespeito dos alunos. “Não aguento mais”, disse ela.

Os alunos têm sido muito desrespeitosos e não a levam a sério como deveria, o que a tem feito sentir muito mal.

 “Tenho um curso que é de sétima série e eles realmente fazem o que querem comigo, eu dou o mesmo. Eu dou a explicação porque na prática profissional você tem que fazer a aula toda. Eu dou a explicação e eles, eles me olham e me ignoram, simples assim. Eles olham para mim e continuam falando. Eu digo ‘ei, faça isso’ (e eles respondem) ‘não’. Quando a gente está fazendo as atividades, eles não fazem. Eles brincam, vão embora, conversam, e eu já expliquei a eles milhares e milhares de vezes que o respeito é o mais importante e não só porque sou professora deles, mas porque sou uma pessoa”, disse.

Atuar como professora tornou-se um pesadelo com o qual ela tem que lidar. Isso tudo afetou tanto a professora a ponto de a fazer chorar.

“Isso me deixa muito mal e também não é minha ideia deixá-los tristes, mas é um chamado para que eu peça aos pais para educar seus filhos e filhas. Não posso aceitar que eles me tratem assim porque a primeira educação vem de casa, não pode ser que eles tratem assim qualquer um, nem os colegas nem qualquer outra pessoa. Eu sou uma pessoa, tenho sentimentos como todo mundo (…) estou em processo de me tornar professora e não pode ser que eu esteja passando tão mal em uma escola”, disse.

A publicação não demorou a ultrapassar um milhão de reproduções e receber o apoio dos usuários nos comentários. Muitas pessoas se identificam com o que ela passou. E isso é, na verdade, preocupante.

Os alunos precisam que os pais intervenham, que não passem a “mão na cabeça”, que os ensinem a respeitar os professores e demais pessoas.

Texto originalmente publicado em resilienciamag e adaptado pela equipe do blog Educadores.