Início Ciência Professor de Cambridge, uma das mais renomadas universidades do mundo, Jason só...

Professor de Cambridge, uma das mais renomadas universidades do mundo, Jason só começou a falar aos 11 anos

971
0

Como você lida com as suas dificuldades? Essa história pode dar à você alguma inspiração, pois trata de um exemplo de persistência a resiliência na vida. 

Jason Arday nasceu em Clapham, no sul de Londres, e foi diagnosticado com um tipo de transtorno do espectro autista aos 3 anos de idade.

Ele começou a falar com 11 anos de idade. E foi conseguir ler e escrever apenas aos 18. Sabendo dessas informações talvez se conclua que, de fato, o menino deve ter muitas dificuldades na vida, inclusive no aspecto profissional. Pois a grande surpresa está justamente aí: hoje ele se tornou o mais jovem negro a fazer parte da corpo docente da Universidade de Cambridge – uma das mais renomadas do mundo.

Ele agora, aos 37 anos, dá aulas de Sociologia no Departamento de Educação. “Meu trabalho se concentra principalmente em como podemos abrir portas para mais pessoas de origens desfavorecidas e realmente democratizar o ensino superior”, diz. “Espero que estar em um lugar como Cambridge me forneça a alavancagem para liderar essa agenda nacional e globalmente”.

O educador, que muitos não esperavam evoluir tão expressivamente, já escreveu diversos livros e é membro de várias importantes organizações britânicas. Seu maior foco sempre foi o combate ao racismo e a luta por mais diversidade na educação.

“Precisamos melhorar o mundo para todos e não somente para alguns. Fazer isso direito é uma arte: requer diplomacia real e todos devem se sentir inspirados para trabalhar juntos. Se queremos tornar a educação mais inclusiva, as melhores ferramentas que temos são a solidariedade, a compreensão e o amor”, acredita.

Texto originalmente publicado em conexaoplaneta pela jornalista Suzana Camargo, e adaptado pela equipe do blog Educadores.