Início Comportamento Primos da mesma idade: um vínculo especial

Primos da mesma idade: um vínculo especial

932
0

É bastante comum que primos da mesma idade tenham um vínculo profundo. Normalmente são nossos primeiros melhores amigos na infância, confidentes e que possuem as melhores histórias de quando você ainda era uma criança.

Mas por quê esses primos criam um vínculo tão forte?

SÃO COMO IRMÃOS

Para alguns, uma das razões para o vínculo forte é que primos são como irmãos que não moram na mesma casa. Com os primos podemos reclamar de quem não gostamos na família e criar uma relação de irmandade, com brigas, discussões e muito carinho.

COMPARTILHAM LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA

É inevitável: primos são criado com criação semelhante, estão próximos com frequência e consequentemente acabam criando as histórias de infância em conjunto. Foram muitos brinquedos e roupas compartilhadas.

PASSARAM A ADOLESCÊNCIA JUNTOS

Passando a infância, chegamos à adolescência. Período em que somos incompreendidos pelos nossos pais, em que temos muitas dúvidas e vontade de viver. Lá também estão nossos primos, passando pelo mesmo que nós e compartilhando esses momentos de infinita energia e intensas dúvidas.

DIVIDEM SEGREDOS

Ao criar esse vínculo, inevitavelmente se compartilha segredos. Os primos são, muitas vezes, os melhores confidentes.

NÃO JULGAM, DE VERDADE, AS SUAS AÇÕES

Seu primo pode até rir de você, te zombar. Você com certeza vira chacota dele em algum momento. Mas no fundo mesmo, eles não julgam suas ações. Enxergam em você um amigo que está em constante evolução junto dele. E irá te defender sempre que necessário.

REUNIÕES FAMILIARES MENOS CHATAS

Os primos são os responsáveis por você conseguir aguentar as reuniões de famílias. Cada membro da nossa família está em um estágio da vida, então é inevitável que gostamos da presença dos nossos primos de mesma idade.

SÃO SEUS MELHORES AMIGOS E ISSO PERMANECE NO DECORRER DA VIDA

Primos são os melhores amigos que tivemos a sorte de ter nascido na nossa família. Quem tem um primo desses, tem tudo!

Texto originalmente publicado em club e adaptado pela equipe do blog educadores.