Início Curiosidades Conheça algumas verdades e mitos sobre a cremação

Conheça algumas verdades e mitos sobre a cremação

1917
0

Entenda melhor o processo

O processo de cremação existe no mundo há milhares de anos, porém chegou ao Brasil há apenas uma década. Por ainda ser considerado uma novidade, este procedimento possui muitos mitos e sendo assim muitas pessoas têm dúvidas e medos.

Para ajudar você a entender melhor o processo de cremação, reunimos alguns mitos e verdades sobre:

“A cremação só acontece uma vez por semana no crematório, pois reúnem corpos suficientes para serem cremados.”

MITO! O processo de cremação ocorre diariamente e individualmente para cada pessoa. Ou seja, diariamente diversos corpos são cremados e todos são cremados separadamente, sendo destinado um processo para cada corpo sozinho.

“Durante a cremação o caixão fica de fora e depois é reaproveitado.”

MITO! Por lei é obrigatório que a cremação ocorra dentro de um recipiente, sendo este de papelão ou de madeira. Os brasileiros não têm o costume de usar caixões de papelão, portanto, usa-se o caixão de madeira, o mesmo usado no velório.

“A igreja católica condena a cremação.”

MITO! A Igreja Católica aceitou a cremação ainda em 1960.

“Cinzas são permitidas em cemitérios ou igrejas.”

DEPENDE. A Igreja Católica aconselha que as cinzas sejam mantidas em campo santo, ou seja, nas igrejas ou cemitérios. Porém, não há nenhuma lei que impeça de colocar as cinzas em outro lugar desejado. Sendo assim, você pode mantê-la em casa ou espalhá-la na natureza, como enterrá-la com sementes para que floresça alguma planta, por exemplo.  

“A cremação não agride o meio ambiente.”

VERDADE! A cremação é o método mais ecológico, pois diferente dos sepultamentos, não há contaminação do ar ou das águas. Além disso, os crematórios especializados possuem recursos de última geração para controlar a emissão de gases carbônicos.

“A cremação é a prática mais tradicional em alguns lugares do mundo.”

VERDADE! Em países como Japão e Inglaterra a maioria dos falecidos é cremada. Isso pode ser justificado pelo alto índice populacional em relação ao tamanho do território destes países.

“A cremação é mais barata que o sepultamento.”

 VERDADE! A cremação no Brasil custa, em média, entre R$ 3 mil reais e R$ 5 mil reais.

Porém, a escolha entre o sepultamento e a cremação depende muito das crenças e das intenções da família em relação aos desejos póstumos.

“O falecido não pode ter marca-passo para poder ser cremado.”

VERDADE! Nenhuma pessoa que possui marca-passo poderá ser cremada, pois ao entrar em contato com altas temperaturas os aparelhos podem explodir. Porém, esta é uma questão fácil e ser resolvida. Basta a funerária remover o aparelho antes de encaminhar o corpo para o crematório.