Início Psicologia Como superar a dor pela perda de um animal de estimação amado.

Como superar a dor pela perda de um animal de estimação amado.

1443
0

A morte de um animal de estimação é um processo difícil para a maioria das pessoas, pois significa dizer adeus a um membro da família.

A passagem dos anos para um animal de estimação ocorre em uma velocidade diferente da dos humanos, de modo que seu tempo de vida é mais curto que o nosso. É por isso que, em algum momento da vida, as pessoas enfrentam a perda daquele companheiro fiel e inigualável.

Apesar de conhecer o destino trágico de seu animal de estimação, não há outro relacionamento tão puro e amoroso quanto o oferecido por esse membro honorário da família. A tal ponto que sua morte e tristeza podem até se tornar tão traumáticas e dolorosas quanto a de outro ser humano.

Independentemente da sua idade, a perda de um animal de estimação tende a ser um forte golpe emocional capaz de abalar sua alma e seu coração. Lembrando-se dos bons tempos, das travessuras, além da tristeza e do desamparo que deixam após a morte.

Dicas para superar a morte de seu animal de estimação

Devido a doença ou velhice, é normal que você sinta a necessidade de lamentar seu amado animal de estimação falecido. Portanto, é importante aprender a tomar esse estágio emocional e superá-lo com sucesso. Somente então você poderá encerrar esse ciclo de maneira saudável para você e os outros membros da sua família.

Aqui estão 6 dicas para superar a perda de seu animal de estimação e sofrer de maneira saudável por sua alma, coração, mente e corpo.

Evite o sentimento de culpa

Culpa e remorso são as primeiras emoções que são percebidas após a perda de alguém tão especial em sua vida. No entanto, você deve aprender a reconhecer quando não se responsabilizar pelos fatos que levaram à morte de seu animal de estimação.

Mesmo se você sentir que havia milhares de coisas que você poderia fazer no passado para evitar essa tragédia, lembre-se de acompanhar a realidade. Aprecie as boas lembranças e sentimentos que seu animal de estimação deixou e aceite seu destino; só então você poderá avançar sem carregar um coração cheio de culpa.

Leve o seu tempo para superar a morte do seu animal de estimação

O processo de luto e sua superação são percebidos de forma diferente para todas as pessoas (mesmo que pertençam à mesma família). Portanto, não compare sua dor com a dos outros, defina seu próprio ritmo e deixe seu coração curar de acordo com seus próprios sentimentos.

Expresse seus sentimentos

Normalmente, as pessoas tendem a ignorar seus sentimentos e mantê-los ocultos em suas mentes. Mas, para superar a dor causada pelo luto, você deve reconhecer suas emoções e expressá-las, mesmo que seja tristeza, raiva ou desejo de memórias antigas.

Enfrente a dor

Ao fugir da dor que sente pela perda de seu animal de estimação, você atrasa o processo de cicatrização. Existem diferentes métodos pelos quais você pode lidar com suas emoções, como expressá-las em voz alta ou escrevê-las em um jornal. O importante é reconhecer a situação à sua frente, para avançar.

Preste homenagem ao seu animal de estimação

Dizer adeus ao seu animal de estimação após sua morte é um passo fundamental para aceitar seu destino e oferecer um último adeus sinceramente. Realize um ato simbólico com o qual você pode identificar seu elo precioso, como plantar uma árvore ou fazer um álbum de fotos com suas memórias.

Ajuda profissional

É comum que após a perda de seus parentes (porque os animais de estimação também façam parte da família), você possa mostrar sinais de depressão ou negligência pessoal. Portanto, é essencial reconhecer a necessidade de recorrer à ajuda de profissionais para realizar o processo de cicatrização corretamente.

Organize uma visita ao psicólogo, esses profissionais têm as ferramentas e a capacidade de fornecer a ajuda necessária para ensinar como lidar com o duelo. Afinal, o processo de chorar pela perda de um ente querido exige um fechamento completo, para não viver cheio de arrependimentos e dor.