Início Ciência Cientistas transformam resíduos de plástico em mercadorias valiosas para criar um mercado...

Cientistas transformam resíduos de plástico em mercadorias valiosas para criar um mercado maior para materiais residuais

195
0

Os plásticos têm sido vistos como grandes vilões na humanidade, mas a verdade é totalmente o contrário: plástico são extremamente úteis e facilitaram – e muito – a nossa vida. O problema não está nesses materiais, mas sim no próprio homem que acaba descartando de maneira incorreta o seu resíduo.

A melhor maneira de lidar com o plástico hoje é criar uma economia circular na qual os recursos possam ser reutilizados, em vez de jogados fora. Nesse sentido, temos um avanço: cientistas de Oxford e outras universidades do Reino Unido, em colaboração com grupos de pesquisa na China e na Arábia Saudita, anunciaram que desenvolveram um método simples para recuperar produtos químicos valiosos de resíduos plásticos e assim os recicladores ganharem dinheiro com o trabalho.

De acordo com o estudo , o novo processo envolve a quebra do plástico em seus componentes moleculares, “pulverizando-o” e usando microondas. Isso pode liberar os principais componentes de materiais plásticos, incluindo hidrogênio e carbono puro, que podem então formar produtos de alto valor, como nanotubos de carbono.

Para realizar essa façanha, a equipe usou um novo conjunto de catalisadores – materiais que estimulam reações químicas subsequentes.

Normalmente, o equipamento de reciclagem de resíduos aquece o próprio plástico para derretê-lo. Nesse caso, no entanto, os pesquisadores primeiro aqueceram sua mistura característica de catalisadores, o que impulsionou o processo de conversão de maneiras novas e fascinantes.

Entre 30 a 90 segundos depois, a equipe descobriu que seu processo de conversão rápida de uma etapa produziria produtos químicos úteis. O hidrogênio que eles obtiveram era 97% puro, fornecendo uma grande fonte potencial de combustível de hidrogênio limpo – e o carbono que eles obtiveram foi trabalhado em nanotubos de carbono de alto valor.

Um dos pesquisadores, o professor Peter Edwards, do Departamento de Química de Oxford , disse: “Isso abre uma área de catálise inteiramente nova em termos de seletividade e oferece uma rota potencial para o desafio do Armagedom de resíduos de plástico, particularmente em países em desenvolvimento como um só caminho para a economia do hidrogênio – efetivamente permitindo-lhes dar um salto no uso exclusivo de combustíveis fósseis. ”

Texto originalmente publicado em goodnewsnetwork e adaptado pela equipe do blog Educadores.