Início Comportamento Aprenda a reconhecer uma pessoa controladora

Aprenda a reconhecer uma pessoa controladora

369
0

Muito se perde quando nos envolvemos com pessoas controladoras. Além da nossa liberdade, podemos nos transformar em outras pessoas, completamente diferente daquilo que somoms na essencia, e tudo para agradar a quem nos manipula. Perdemos nosso valor, nossas ideias, nosso objetivo, para sermos aquilo que nos induzem a ser. Consegue imaginar que frustrante isso é?

Além disso, ficamos rodeados de uma negatividade absurda. Pessoas controladoras são egoístas, imaturas e propensas a colocar os freios em seu caminho para uma vida plena, o que nos conduz a pensamentos negativos e a ficar parado no tempo na espera de que as coisas mudem sem que nos esforcemos para tal.

Vamos ver alguas táticas para evitar que esse tipo de coisa aconteça com você?

1.Antes de tudo, pense em como você se sente em torno das pessoas em sua vida. 

Você tem relacionamentos em que se sente sufocado, perdido, confuso ou angustiado, ou simplesmente farto de ser mandado o tempo todo? Há alguém que faz você se sentir pisando em ovos, que lhe faz agir com todo cuidado para acalmar ou não chatear?

É bom lembrar que pessoas controladoras podem ser de ambos os sexos, e pode ser tanto um namorado quanto um amigo. Se você notar amizades que se sentem tristes quando você se sente feliz, fique atento.

Outra questão é: não é a personalidade forte que define um controlador. Faça a pergunta: “Será que ela permite que você seja você mesmo, ou ele indevidamente influencia o seu comportamento?” e então poderá saber melhor se é um manipulador ou somente alguém genioso.

E o controlador pode ser, inclusive, você. Não se espante se isso acontecer, muitas vezes assumimos posturas controladoras até mesmo com nossos filhos – que tanto amamos!  Se notar isso no momento, ajuda voltar atrás e pedir desculpas para a pessoa cujos limites você cruzou. 

2- Procure por mau humor. Mau humor é um sinal fundamental de uma pessoa controladora. Elas ficam remoendo acontecimentos que já se passaram, e para remediar e controlar esse sentimento elas acabam tentando controlar os outros.  

3- Suspeite de qualquer pessoa temperamental e que demonstre isso frequentemente. Acessos de raiva freqüentes acompanhados de ameaças  são sinais de um tipo de personalidade controladora. Explosões de temperamento muitas vezes acontecem quando você discorda ou não faz o que eles desejam.

4- Pense em como essa pessoa reage quando são feitas a ela perguntas normais. 

As perguntas podem revelar várias coisas sobre uma pessoa controladora quando ela responde de uma forma frustrada ou condescendente. Uma pessoa controladora pensa que você pode ler a mente dela, e quando você pergunta coisas banais, ela espera que você saiba a resposta e se sente frustrada. Perguntas podem irritar uma pessoa controladora, porque elas preferem estar no controle do questionamento.

5- Ouça os elogios.

Frequentemente pessoas com problemas de controle não são muito boas em dar elogios sinceros. Elas não querem que você se sinta bem consigo mesmo, pois pode tirar o controle e a atenção delas. Preste atenção nos elogios sempre!

A pessoa controladora pode tentar controlar a sua maneira de se vestir e falar, ou pode até criticar a sua opinião.

6- Desconfie de qualquer pessoa que parece incapaz de compreender ou aceitar a palavra “não”.

Controladora ou não, esta pessoa é um problema. Essa pessoa tende a insistir até derrubar você e fazê-lo desistir, mudar o seu firme “não” para um fraco “sim” e deixar você sentir culpado e vergonhado. Lembre-se que é o seu direito tomar decisões, inclusive as que negam e recusam a fazer o que essa pessoa quer.

7- Considere o que acontece quando você quer ser você mesmo ou fazer suas próprias coisas.

Você costuma alterar a sua própria personalidade, planos ou opiniões para satisfazer outra pessoa, mesmo que você seja geralmente uma pessoa forte? Se assim for, você pode estar lidando com uma pessoa controladora.

Quando você se questiona “Será que a pessoa ignora, subestima ou substitui sua experiência ou expressões de seus próprios sentimentos?” é um momento em que você precisa se alertar pois pode estar liando com um controlador, alguém que despreza a sua essência e espera que você seja como um fantoche.

8- Reveja como essa pessoa vê situações difíceis, tomadas de decisão mútuas ou questões de responsabilidade.

É nesses momentos que você pode efetivamente detectar a pessoa controladora. Ao contrário de uma pessoa altamente opinativa, uma pessoa controladora não tem a capacidade de tolerar ou aceitar as diferenças entre os dois.

Pessoas controladoras muitas vezes têm dificuldade em lidar com problemas de forma objetiva e irão manipular a conversa para culpar os outros quando os seus próprios erros são apontados. Quando isso acontecer, simplesmente acabe a discussão e se afaste, pois além delas tentarem manipular você, elas também deixam um clima negativo muito tóxico.

9- Olhe para o que acontece em torno de seus outros relacionamentos.

Quando a pessoa controladora está em torno de seus amigos e apoiadores, cuidado. A pessoa controladora, muitas vezes, tenta causar problemas entre você e seus amigos, espalhar boatos, tentar criar divisões, etc. O objetivo aqui é isolar você dos demais, pois não consegue se sentir pleno vendo você bem e feliz, contrário ao que ele espera.

10- Confira amizades dessa pessoa.

Controladores muitas vezes não têm amigos próximos, e raramente são amigos de outros que são mais atraentes, inteligentes ou queridos do que eles. Isso acontece por que eles tendem a ter ciúmes de pessoa populares e bem sucedidas.  A falta de amigos pode ser um sinal adicional da incapacidade de tolerar os outros e da necessidade de controlar as relações com firmeza.

Liberte-se de uma Personalidade Controladora

  1. Confie nos seus sentimentos e tente ser honesto consigo mesmo. Se você perceber esses sintomas em outra pessoa e você estiver se sentindo apodrecido em torno dela, é hora de removê-la de sua vida ou lidar com ela de forma diferente.
  2. Esteja preparado para estabelecer limites, para impor e defender suas opiniões com firmeza. Espere palavras como “faça isso”, “certamente, você tem que concordar com isso”, “você precisa …”, etc. Quando você ouvir esses tipos de palavras, não ceda ou se renda .
  3. Decida se distanciar e, quando possível, evite essa pessoa que você acredita estar tentando controlá-lo. Você pode até mesmo decidir cortá-la de sua vida, mas isso pode ser impossível se ela for da família, um ente querido ou um colega de trabalho.  Por isso, nesses casos, mantenha interações breves e delicadas. Não dê espaço para que conversas profundas se estendam, pois há o risco de você se “contaminar” com a toxicidade da pessoa.
  4. É provável que uma pessoa controladora jogue jogos mentais, a fim de ocultar esta falha grave que ela tem.Seja extremamente cuidadoso com essas pessoas em todos os momentos.
  5. Siga seus instintos e sempre saiba quando é hora de ir embora.
  6. Se você estiver sendo empurrada para passar o tempo apenas com a família e amigos do controlador, isso pode mostrar uma falta de respeito por seus sentimentos ou desejos.

Texto originalmente publicado em fasdapsicanalise e adaptado pela equipe do blog Educadores.