Início Comportamento A saudade vai permitir que eu continue te vendo, mas de outra...

A saudade vai permitir que eu continue te vendo, mas de outra maneira…

835
0

De alguma forma, nunca deixaremos a vida de quem amamos. O vazio emocional que a falta de um ente querido deixa em nossas vidas viverá sempre conosco. Mas engana-se quem pensa que a pessoa falecida desaparece, pois ela permanecerá e viverá de outras formas em nossa existência.

O adeus só é dito quando é esquecido, nunca mais visto ou lembrado. E não podemos dizer adeus àqueles dos quais continuaremos nos lembrando diariamente. embora não possamos continuar a desfrutar da companhia do ente querido como fazíamos antes, sabemos que a presença dele permanece com cada uma das pessoas que o amaram.

 A morte não nos rouba entes queridos. Pelo contrário, ela os guarda e os eterniza em nossa memória. Diante de uma perda, nos deparamos com novas situações e com diferentes pontos de vista. Frequentemente, é nos céus mais escuros que vemos as estrelas mais brilhantes.

A saudade tende a nos lembrar, de forma triste, que houve um momento em que tudo estava perfeito e não soubemos perceber ou aproveitar.Mas mesmo durante essa tristeza, é possível se lembrar dos bons momentos e se sentir feliz.

Nossas memórias com aqueles que nos acompanharam e nos amaram são os tijolos com os quais construímos nossa fortaleza. Essa é a base para que encontremos um caminho novo e sintamos a presença daquele que não está mais fisicamente presente.

Por isso, “vou continuar te vendo”.

Ninguém é apagado da memória. Nenhuma pessoa pode ser esquecida. Muitas pessoas são lembradas pelo seu exemplo, pela sua história, pelo impacto que tiveram na vida das outras pessoas.

Você pode não ver fisicamente alguém, mas enxergará de outra forma. Enxergará nos detalhes do dia a dia, nas outras pessoas que também conviviam ou tinham relação com quem você “perdeu”. Você continuará vendo. Apenas será de outra maneira.

Texto originalmente publicado em amenteemaravilhosa e adaptado pela equipe do blog Educadores.