Início Curiosidades A receita com salsa cura rins doentes e deixa fígado e bile...

A receita com salsa cura rins doentes e deixa fígado e bile limpos

5823
0

São inúmeros os benefícios da salsinha para a saúde, pois ela contêm propriedades anti-inflamatórias, antitumorais, anticancerígenas, antioxidantes e desintoxicantes. Essas benfeitorias se devem à extensa gama de minerais, nutrientes e antioxidantes presentes na salsa, como ferro, vitamina A, B e C, além de eugenol, limoneno, apigenina, luteolina e outros compostos ativos.

A salsa pode ser um excelente remédio para problemas estomacais, síndrome do intestino irritável, limpar o fígado e prevenir doenças malignas.

Existem dicas contraditórias sobre o uso de suco de salsa para pessoas com doença renal. Algumas fontes médicas não aconselham o uso de muito suco de salsa concentrado, pois contém substâncias conhecidas como oxalatos, que devem ser evitadas por pessoas com problemas renais. Porém, a salsa tem uma longa história como uma erva útil para os rins. O chá de salsa é frequentemente recomendado para infecções nos rins ou para ajudar a dissolver pedras nos rins.

Diversos estudos despontam que a salsa pode funcionar como relaxante no sistema digestivo, abatendo espasmos nos músculos intestinais. Por essa razão, a salsa é combinada com hortelã na receita abaixo, não apenas porque tem um ótimo sabor, como também, assim como a hortelã é uma erva antiespasmódica ativa confirmada excelente para quem sofrem de síndrome do intestino irritável.

A bebida é ótima para quem quer acalmar o estômago. Como um bônus, ambas as ervas são excelentíssimas para se refrescar, volvendo a receita ideal para uso depois de comer.

Receita com salsa e hortelã

Produtos Necessários:

1 colher de sopa de suco de gengibre
1 limão
meio molho de salsa
0,5 l de água
1/2 colher de chá canela
1 colher de sopa de vinagre de maçã
1 xícara de chá de menta

Preparação:

  1. Pique a salsa e o limão.
  2. Coloque todos os ingredientes (exceto chá de vinagre, canela, gengibre e menta) em água fervente.
  3. Deixe ferver por cerca de 3-4 minutos.
  4. Retire do fogo, esfrie e coe.
  5. Quando terminar, adicione a mistura assim obtida ao chá de menta, aromatizada com vinagre, canela e gengibre.
    Mexa e coloque em um recipiente adequado. Guarde na geladeira.
    Beba uma xícara de café 3 vezes ao dia.
    De preferência, a primeira dose deve serem jejum.

Use não mais que um mês. Após mais um mês de descanso, um segundo ciclo de tratamento pode ser feito.

Fonte: theheartysoul.com