Início Comportamento 9 Erros ao educar nossos filhos que todos nós cometemos

9 Erros ao educar nossos filhos que todos nós cometemos

1209
0

Educar as crianças é uma tarefa árdua que não tem guia ou tutorial; portanto, para algumas pessoas, pode ser uma experiência cheia de erros e aprendizado.

Impor limites e disciplinar as crianças é difícil. Mas faz bem para os pais e para as próprias crianças. Porém, cometemos alguns erros ao educar nossos filhos que tornam tudo mais difícil. Veja quais são os erros mais comuns e evite-os.

Como regra geral, os pais sempre querem que seus filhos obtenham o melhor em todos os aspectos de suas vidas; portanto, tendem a educar com base nesse pensamento.

Ao fingir que sempre recebem a melhor educação, roupas, entretenimento, entre outros, os pais podem estragar seus filhos. Essa educação tem seus efeitos a longo prazo, pois, ao oferecer tudo com facilidade, as crianças desconhecem o valor do esforço e sua recompensa.

Cada pai ou mãe tem seu próprio método de parentalidade, portanto eles são expostos a erros durante esse processo. Daí a importância de identificar os erros que um pai pode cometer inconscientemente enquanto cria seus filhos.

Dessa forma, você pode corrigir os erros cometidos e crescer junto com seus filhos, pois a paternidade também é um processo de aprendizado para os pais . Através dos ensinamentos, experiências e conhecimentos compartilhados, os pequenos conseguem encontrar seu próprio caminho nas mãos da figura paterna.

Recomendações para uma educação bem-sucedida

Como mencionamos anteriormente, não há manual na paternidade além das experiências das crianças quando crianças. No entanto, se há algo fundamental na educação de crianças e adolescentes, é estabelecer regras e explicar o motivo por trás delas.

Dessa maneira, os pequenos entenderão o motivo por trás da norma e a punição ou sanção que é acompanhada após perdê-la. Dessa maneira, ele aprenderá a reconhecer a importância das regras para a sociedade e para sua vida, além de entender a punição, sem se sentir irracionalmente atacado.

Outro aspecto importante é o diálogo e a explicação para as crianças do motivo de cada pedido ou solicitação que você faz como pai. Ao entender o motivo pelo qual você tem permissão ou é proibido de executar determinadas ações, você será capaz de entender e se adaptar melhor à sociedade à medida que cresce.

Erros que os pais devem evitar com os filhos

Compreensão

Os pais tendem a subestimar a capacidade de compreensão que os pequenos possuem. Ajudá-los e explicar as coisas para eles é uma ajuda, mas lembre-se de que eles também têm sua própria capacidade de raciocínio e análise.

Desafio das regras

Como mencionamos, as regras são uma parte importante durante a criação dos filhos, por isso é importante determinar o escopo dessas regras. Portanto, seus filhos entenderão a importância de seguir o caminho ditado e não desafiar suas ordens.

Proibição total

Assim como não é bom dar tudo às crianças, o mesmo acontece no caso das proibições. As crianças devem poder experimentar, mesmo quando se trata de coisas que você não gosta. Ao puni-lo com proibi-lo de realizar as atividades que ele gosta, você só gera ressentimento na criança.

Então porque sim

Explicar a razão por trás de cada uma de suas ordens ou regras é vital para seus filhos entenderem que há uma verdadeira razão por trás de suas palavras. Ao querer impor sua maneira de pensar ou agir sem explicar nada, você deteriora o vínculo de confiança que as crianças têm com você.

Ameaçando a punição sem fazê-lo

Mesmo que você não seja alguém que goste de punir, se seu filho violou algum regulamento, é vital que a penitência atribuída a esse ato seja cumprida. Se você prometer executar uma sanção e depois se arrepender, suas palavras parecerão vazias nos ouvidos de seu filho.

Coerência

Você deve manter a ordem e a coerência no que transmite aos seus filhos, pelo contrário, sua palavra e seus ensinamentos perdem significado.

Sofrimento desnecessário

As punições devem sempre ter uma razão e, embora o objetivo seja sancionar, elas devem ser planejadas de uma maneira que não seja um perigo para as crianças. Uma punição planejada faz com que os pequenos entendam o motivo da sanção, evitando no futuro cometer o mesmo erro.

Proibir e amar

Por mais difícil que possa parecer, ser pai também requer decisão e firmeza, portanto punições e proibições devem ser justificadas. Assim, as crianças acabarão entendendo a razão por trás disso, sem se sentir menosprezadas ou atacadas.

impacto

Além da punição, as conseqüências são atos que devem ser explicados aos pequenos. Assim, você pode entender que todas as ações e decisões que você toma em sua vida têm consequências positivas ou negativas que afetam ele e seu ambiente.