Início Bem estar 4 conselhos para educar uma criança com temperamento difícil

4 conselhos para educar uma criança com temperamento difícil

138
0

Muitos pais acham seus filhos extremamente geniosos, difíceis. Às vezes se culpam por acreditar que educam eles errado. Mas acontece que as crianças não chegam com manual de instruções, certo? Os pais erram, mas os pequenos também testam nossa paciência com uma personalidade mais difícil. É normal!

O que é mais importante quando falamos sobre educar crianças com gênio difícil? A consequência das suas ações. Ensiná-los que toda ação tem uma reação, e que nós somos responsáveis por elas, é o foco de qualquer educação.

Quando falamos de crianças mais geniosas, isso é de extrema importância. Os pequenos precisam aprender que conforme agem de forma errada, receberão consequências ruins. Isso não implica nenhum tipo de agressividade, ok? Apenas consequências naturais. Por ex.: se o pequeno fica frustrado por que não recebeu algo que queria, ele vai ter que aprender a lidar com a sua frustração. Mas se ele aprende que nem sempre vai receber o que quer, já não vai se sentir frustrado.

Quando damos tudo nas mãos eles acabam mimados e não aprendem a lidar com sentimentos ruins. É aqui que precisamos ensinar a forma correta de lidar com as circunstâncias da vida, por mais geniosos que sejam. Precisamos ensinar a lidar com a gênio difícil deles próprios.

Aqui vamos dar 4 conselhos pra tentar ajudar. Vamos lá?

Deixe ele livre:

Pode parecer estranho, mas a liberdade fará com que ele assuma mais facilmente seus erros, seus sentimentos. Foque mais na segurança e na saúde do seu filho, mas deixe que ele tome suas decisões – ainda que pequenas – e assuma a consequência delas.

Não proteja demais o seu filho:

Parece óbvio, mas isso requer muita prática. Os pais tem uma tendência a querer proteger os pequenos de tudo que puderem e isso é normal! Por isso precisamos ir contra a corrente do nosso instinto protetor, e deixar que eles experimentem lidar com os problemas. Não tente resolver tudo pra eles. Apenas converse e diga: temos um problema, como vamos resolver? E foquem na solução.

Conecte-se com seu filho

A obediência vem da confiança, e a confiança acontece quando seu filho se conecta a você. Não acredite na história de que só por ser o seu filho ele já tem alguma conexão, isso não é verdade. Somos seres com consciências diferentes, sempre seremos, mesmo em meio à família. Cultive as relações, e assim vai criar conexões.

Respeite as vontades dele

Por fim, você precisa dar espaço ao seu filho. Às vezes realmente são os pais que dificultam as relações por projetar expectativas nos pequenos, que não são atendidas. Se você respeitar as vontades do seu filho, talvez boa parte dos problemas sumirá. Teste!

Tudo que um pai e uma mãe mais querem é uma relação de respeito e confiança com os filhos. Acreditamos que essas 4 dicas podem ajudar muito nisso. Aproveite e coloque elas em prática hoje mesmo!

Texto originalmente publicado em idemais e adaptado pela equipe do blog Educadores.