Início Ciência 1% das pessoas consegue encontrar o animal nessa foto. Você é uma...

1% das pessoas consegue encontrar o animal nessa foto. Você é uma delas?

20280
0

Essa imagem viralizou nas redes sociais após afirmarem que apenas 1% das pessoas consegue enxergar um animal através dela. Você consegue?

O  efeito McCollough

O  efeito McCollough é um truque da nossa mente onde, após analisar uma imagem de grade colorida, ela nos faz ver uma coloração rosada ou outras cores ao olhar para linhas em preto e branco.

Para ativar esse efeito é muito simples: basta que você fique olhando por um tempo para o centro dessas imagens coloridas, alternando entre elas repetidamente. Funciona melhor com linhas verdes ou vermelhas. Quando você olhar para as linhas em preto e branco começará a enxergá-las coloridas.

O que causa isso?

O efeito foi descoberto pelo o psicólogo americano Celeste McCollough Howard – daí a origem do seu nome. Ao longo dos anos, houveram séries de estudos realizados sobre o efeito. Em 1975, dois pesquisadores testaram cinco grupos de 16 pessoas e, de alguma maneira incrível, um dos grupos não mostrou diminuição do efeito após cinco dias.

Teste o efeito por si mesmo

Para ver se o efeito realmente existe você não precisa fazer parte de nenhum estudo. Vamos dar as ferramentas para você testar aqui, e agora:

Olhe para o centro dessas imagens por pelo menos uns 2 minutos.

Depois vá para a imagem abaixo, preto e branco e teste se você enxerga as cores.

Há diversos debates sobre o assunto. Existem, pelo menos, 3 linhas de raciocínio:

 O efeito tem algo a ver com neurônios no seu córtex visual;

O efeito ocorre por que seu cérebro tenta corrigir o mundo das cores e fica um pouco preso;

O efeito  é uma espécie de sintoma de abstinência, neste caso, uma ausência de cor;

Mas uma tese submetida por Julien Ciroux à Universidade de Edimburgo defende a primeira hipótese. Ele escreveu que “os mecanismos de processamento envolvidos no EM [efeito McCollough] estão localizados principalmente no córtex visual primário, mesmo que a mudança nessa área inicial do sistema visual leve a modificações subsequentes no padrão de atividade das áreas corticais superiores”.

Algo curioso e estranho é que apenas as cores apenas verde e vermelho que funcionavam. “As cores próximas ao azul puro e ao amarelo puro, que tinham pouco conteúdo em vermelho ou verde, produziram efeitos secundários fracos”, observou o estudo.

A mecânica exata por trás disso, no entanto, não é completamente compreendida. Na verdade, parece que é um truque do cérebro, e não um problema com nossos próprios olhos.

Nossas mentes podem ser muito estranhas, não é mesmo?

Texto originalmente escrito por pensarcontemporaneo e adaptado pela equipe do blog Educadores.