Início Destaque Olhe nos olhos de quem você ama e diga que ama enquanto...

Olhe nos olhos de quem você ama e diga que ama enquanto a vida permite

212
0

Não somos senhores do tempo

Quantas vezes falamos coisas para quem amamos que as machucam e ainda mais, nos machucam. Quantas vezes desmerecemos a presença ou o amor de alguém porque na nossa profunda ignorância, acreditamos que esta pessoa sempre vai estar lá. Quantas vezes você podia ter visto a pessoa que ama por mais uma vez e por mais uma vez abraçá-la e dizer que a ama, mas você não fez… Você não faz.

O orgulho é o maior castigo que damos a nós mesmos. Ele nos fere, ele nos manipula e nos corrói pouco a pouco e quando nos damos conta é tarde demais. A gente insiste em ter razão sempre, em ser melhor sempre e em ser inalcançável. A gente insiste em achar que por alguns segundos somos melhores que alguém ou somos mais inteligentes que alguém. A gente insiste em não dar chance para nossa felicidade, porque o que nos falta é sabedoria.

Quantas vezes você dormiu brigado com alguém que você ama? Quantas vezes o seu orgulho o castigou? A grande questão da vida é que não sabemos o dia de amanhã. Não sabemos ao menos o próximo segundo. A gente dorme e não sabe se acorda porque o nosso tempo não é nosso e não somos nós que ditamos as regras da nossa existência e nem dos demais.

Por isso, se você ama, se você gosta, se você se importa, não dê as costas. Se você sabe que a ausência daquela pessoa vai te trazer sofrimento, aproveite a sua presença enquanto há tempo. Dê o abraço mais apertado, com o maior calor e maior amor que você conseguir dar porque ele pode ser o último. Sempre que puder olhe nos olhos dessa pessoa e diga que a ama. Diga hoje, diga amanhã, diga todos os dias o quanto que essa pessoa importa para você, porque quando ela se for, quando ela partir, ela não vai mais conseguir te ouvir, ela não vai mais sentir o teu beijo e nem o calor do teu abraço.

Saiba ser a melhor versão de si mesmo, saiba ser todo o amor que aquela pessoa merece. A vida não dá segunda chance. Ela coloca as pessoas na nossa vida e a gente ama, a gente se apega e a gente vive, mas um dia tudo acaba e por mais partido que o seu coração esteja, por mais lamentações que a sua alma faça, nada volta. O sofrimento, as lamentações de nada adiantam.

Não se importe e nem se incomode com as coisas que não tem valor. Não se apegue as diferenças, as brigas inúteis e sem sentido.  Se uma discussão acontecer, discuta, mas jamais vá embora sem dizer o que precisa ser dito por que ainda temos o hoje, ainda temos o agora e o amanhã pode ser tarde.