Início Comportamento Na Dinamarca, as aulas de empatia são obrigatórias nas escolas desde 1993

Na Dinamarca, as aulas de empatia são obrigatórias nas escolas desde 1993

192
0

A empatia é a capacidade de sentir as emoções de outra pessoa. Segundo  Michele Borba , psicóloga especializada em educação, a falta de empatia é causada pelo narcisismo cada vez maior. Isso poderia explicar por que quase um terço dos alunos estão deprimidos.

Mas parece que a Dinamarca está ciente disso e não mede esforços para mudar essa questão. As escolas lá entendem que para florescer e ficar bem de cabeça, a criança precisa aprender a ter empatia. E então começaram a cuidar disso.

Uma hora de empatia por semana, um ingrediente secreto?

O país mais feliz do mundo dedica, em seu currículo nacional, uma hora por semana para desenvolver a empatia em seus alunos. E isso acontece desde uma lei de 1993, que definiu que crianças de 6 a 16 anos têm uma hora de aulas de empatia por semana. Obviamente, não há método e não há lição de casa para fazer. Durante essas aulas, os alunos se comunicam, ouvem e trocam entre si.

Além disto, os alunos são estimulados a conversar sobre seus problemas e sentimentos, sem tabus ou julgamentos. O sistema educacional da Dinamarca também desencoraja a entrega de prêmios ou troféus e, ao invés disso, as escolas se concetram na chamada “cultura da motivação para melhorar em relação a si mesmo”.

Além de ser bom para as relações pessoas em sociedade, também é ótimo para criar consciência sobre o meio ambiente. Com empatia, as crianças podem cuidar melhor de si mesmas, dos demais, e da natureza.

Bacana, não é?

Texto originalmente publicado em sain-et-naturel.ouest-france.fr e adaptado pela equipe do blog Educadores.