Início Educação Importância da música na vida das crianças

Importância da música na vida das crianças

1750
0

A música sempre esteve presente na minha vida, desde que me conheço por gente. Se eu estou triste eu ouço música, se estou alegre ouço música, se quero fazer uma faxina na casa eu ouço música, as vezes me apaixono por alguma música de algum filme e choro por alguém que não sei quem é, só porque fico pensando naquela música que trouxe uma lembrança não sei de onde e não sei de quando.

Muitos povos tem diariamente a música tocada e dançada, seguindo rituais que respeitam a cultura, as festividades e cada momento único das manifestações musicais. Existem músicas que acompanham rituais fúnebres, religiosos, música para adormecer, para chorar, para aliviar, para amar, para chamar um povo a amar a sua Pátria, enfim a música é vida.

Um professor pode conversar musicalmente com seus alunos cantando com elas, construindo e tocando instrumentos, fazendo rodas cantadas, e assim a criança, desde a pré-escola pode aprender que a música existe e que está presente na vida de todos desde o nosso nascimento, na barriga da nossa mãe, nos batimentos cardíacos, nas canções de ninar, nos cantos dos pássaros, nos ruídos dos carros, no barulho do riacho, no barulho do mar, no barulho do vento. E como eu gosto de falar com meus alunos quando eles estão muito agitados. Crianças, escutem só!! Todos ficam em silêncio esperando para saber o que eu quero que eles escutem e pasmem. Eu digo:” – Ouçam o silêncio! Olha que bom! Ficarmos em silêncio em alguns momentos para ouvirmos nossos pensamentos! “Nesta minha trajetória como professora e diretora de escola sempre faço esta retomada de ouvir os silêncios, que são tão importantes quanto o de ouvir os ruídos da vida, da natureza, da nossa cultura.

A música está na voz de nossa mãe quando canta as canções de ninar, depois quando conta suas histórias, a música está nas brincadeiras, nas risadas, nos brinquedos que emitem som, nas festas, no parabéns a você, na nossa formatura, no nosso casamento, no nosso dia a dia. A música contribui para a formação e cumprimento de regras, possibilita muitos aprendizados e favorece a coordenação motora. A criança que estuda música fica mais atenta e menos preguiçosa, pois as funções do cérebro são aprimoradas para desenvolver mais memória, organização, planejamento, controle de atenção.

O córtex é responsável pelo controle das nossas emoções, e cientistas descobriram que o treinamento musical aumenta a densidade desta parte nobre do nosso cérebro. A pesquisadora especialista em neurociência e música, Elvira Souza Lima afirma que é preciso ter muita disciplina e foco para aprender a ler e estudar as partituras e ainda marcar o tempo de cada nota musical.

Além de contribuir com a parte social, com o desenvolvimento das habilidades e da parte motora da criança, pode remeter lembranças, mexer com as emoções, conduzir ao princípio, e ficar para sempre registrado na nossa memória. As atividades musicais podem começar ainda no berçário e depois ir evoluindo quando a criança já pode realizar movimentos mais leves com as mãos.

O contato com a musicalidade, ainda que apenas como telespectador, terá um grande efeito a curto e longo prazo no desenvolvimento humano pois vai preparar o cérebro para interpretar diferentes modelos de responsabilidades, vai colaborar com a comunicação, acessar as informações culturais e preparar a parte motora para adquirir outras habilidades com outras linguagens. Então, tire o tablet do seu filho e lhe dê um instrumento musical!